Programação do Mês da Mulher é destaque no "Canal Direto com a Prefeitura"

Grasiela Lima, coordenadora de Políticas para Mulheres, falou sobre o conceito que envolve a agenda gratuita de eventos

Programação do Mês da Mulher é destaque no "Canal Direto com a Prefeitura"




A coordenadora de Políticas para Mulheres, Grasiela Lima, foi a convidada da edição desta sexta-feira (1º) do "Canal Direto com a Prefeitura", programa produzido pela Secretaria Municipal de Comunicação. O tema abordado foi o conceito que envolve a programação do Mês da Mulher, que será realizada pela Prefeitura de Araraquara — por meio da Coordenadoria Executiva de Políticas para Mulheres da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular — entre os dias 5 e 28 de março, com o tema "Mulheres pelo direito à cidade: fortalecendo as políticas públicas, promovendo a igualdade, a segurança e a inclusão".

Grasiela enfatizou a importância de mobilizar a cidade para a luta pelos direitos das mulheres. "Março é o mês de mobilização. É o mês de dar maior visibilidade à luta das mulheres pelos seus direitos, aquilo que nós conquistamos, aquilo que nós precisamos ainda conquistar. Quando falamos de direitos, temos a materialização de direitos a partir das políticas públicas, então temos que pensar e repensar porque nós não nos acomodamos. A sociedade é bastante dinâmica, as mulheres se organizam, demandam mais serviços ou a melhoria dos serviços, então neste mês de março nós estamos aqui em uma mobilização muito boa, com uma temática que é muito cara dentro do movimento de mulheres, do movimento feminista, dentro dos estudos urbanos, do desenvolvimento urbano e do urbanismo propriamente dito, que é o direito à cidade", explicou.

Ela justificou a escolha do tema da programação. "Direito à cidade é um conceito bastante amplo e tem a ver com uma cidade que é justa, que é sustentável, uma cidade que promove de fato a cidadania, porque nós moramos na cidade e é na cidade que nós temos que usufruir dos nossos direitos de cidadania. Dentro das características mais gerais do direito à cidade, que tem muitos estudos, que tem muita visão dentro da política pública sobre o direito à cidade, nós trazemos o recorte de gênero, porque as mulheres vivenciam a vida na cidade de diferentes formas, enfrentam diferentes desafios, então pensamos em trazer as mulheres nesse processo de discussão e construção, que não é de agora evidentemente. Eu peguei todas as demandas que recebemos na Coordenadoria de Mulheres, no Centro de Referência da Mulher, nos grupos, pelas mulheres, e estamos direcionando a programação para essas demandas. É legal esse processo coletivo de construção por mulheres que demandam melhorias nas condições de vida da cidade", pontuou.

Grasiela destacou que a própria programação é resultado de muito diálogo com esse público-alvo. "Nós tivemos as pré-conferências realizadas no CRM, pré-conferência da Segurança, da Segurança Alimentar, entre outras. Em todas essas pré-conferências realizadas, ouvimos muito as mulheres e dali saíram muitas propostas concretas para que possamos melhorar a vida das mulheres. A gente não se acomoda. Araraquara é uma cidade que, do ponto de vista das políticas para as mulheres, está muito bem estruturada, tão bem estruturada que ontem recebemos a visita de um grupo de Sertãozinho para conhecer nossa Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular e os visitantes ficaram muito impressionados com as condições que temos. Mas queremos melhorar, queremos mais, e isso só é possível graças à participação de mulheres nessa condução das políticas públicas", acrescentou.

A programação do Mês da Mulher é inteiramente gratuita e apresenta atividades em várias frentes: palestras, rodas de conversas, formação, jogos de basquete, ciclo de estudos feministas, exibição de documentário, inauguração da Casa da Mulher Paulista, clube de leitoras, oficina de defesa pessoal, entre outros. "Estamos dando retorno às reivindicações das mulheres, então temos as ações que são para todo o público e algumas ações que são bem específicas e setorizadas, porque estamos dando devolutivas para determinados grupos. Estamos dentro dos dez eixos do Plano Nacional Políticas para Mulheres, passando pelo Esporte, pela Cultura, pela geração de trabalho e renda, Segurança, Educação, Saúde, inclusive saúde mental", apontou.

Vale destacar que no dia 8 de março, data que celebra o Dia Internacional da Mulher, será realizado show com a cantora Negra Li no Distrito Araraquara (antigo CEAR). Negra Li, reconhecida como a musa da Black Music nacional, traz ao público de Araraquara uma performance única, destacando seus sucessos do Hip Hop e R&B dos seus 25 anos de carreira. Grasiela ressaltou que Negra Li é uma artista que representa o sentimento que é proposto na essência da programação. "Vamos abrir a programação com um show porque é muito bom pensarmos em uma arte que é engajada, uma arte que busca a transformação da realidade social, não é simplesmente arte pela arte. E nós trazemos aqui uma artista muito engajada, que vai estar super conectada dentro desse contexto das lutas do mês de março, que é a Negra Li. Convido toda a população, principalmente todas as mulheres, juventude, pessoal do hip hop, para prestigiar esse show de abertura que tem esse contexto", mencionou Grasiela.

 

Ao vivo

O "Canal Direto com a Prefeitura" vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 12h30, ao vivo na página da Prefeitura no Instagram. A íntegra dos programas fica disponível para visualização no próprio Instagram, no Facebook e em outras plataformas digitais, incluindo o formato de podcasts.

        

Programação em homenagem às mulheres 2024:

        

Terça-feira (05/03)

18h30 - Palestra: “Empoderamento das Mulheres e Meninas no Esporte e na Vida: uma vitória leva à outra” (Jogadoras do Sub-15)

Palestrante: Laís de Conti (Gerente – CRM)

Parceria: Departamento de Desenvolvimento Humano de Futebol Feminino/Ferroviária

Local: SAF - Sala de Imprensa da Arena da Fonte Luminosa (Rua Mauro Pinheiro, s/nº - Portão 1 - Vila Ferroviária)

 

Quarta-feira (06/03)

9h -   Roda de Conversa: “O Centro de Referência da Mulher (CRM) no contexto do atendimento às mulheres em situação de violência em Araraquara”

Mediadoras: Grasiela Lima e Laís de Conti   

Local: CRAS do Yolanda Ópice (Av. Dr. Waldomiro Blundi, 138 - Yolanda Ópice)

 

12h - Formação Continuada (equipes técnicas do CRM e Casa das Margaridas): “Qualificação profissional no enfrentamento das consequências adversas das drogas sobre as mulheres”

Mediador: Prof. Dr. Marcelo T. Marin

Parceria: Grupo PEnsAD/Curso de Farmácia/UNESP        

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 - Centro)

 

Quinta-feira (07/03)

18h30 – Palestra “Empoderamento das Mulheres e Meninas no Esporte e na Vida: uma vitória leva à outra” (jogadoras do Sub 20)

Palestrante: Grasiela Lima (Coordenadora de Políticas Para Mulheres))

Parceria: Departamento de Desenvolvimento Humano de Futebol Feminino/Ferroviária

Local: SAF - Sala de Imprensa da Arena da Fonte Luminosa (Rua Mauro Pinheiro, s/nº - Portão 1 - Vila Ferroviária)

 

Sexta-feira (08/03)

19h - Show Negra Li (abertura com Nayara Inorro)

Local: Distrito Araraquara/ antigo CEAR (Rua Ivo Antonio Magnani, 430 - Fonte Luminosa)

 

21h - CBI – Basquete Feminino – Sesi Araraquara/Ituano

Local: Ginásio de Esportes Castelo Branco (Gigantão) - Av. La Salle, s/nº - Ginásio de Esportes Castelo Branco (Gigantão) – Jd. Primavera

 

Segunda-feira (11/03)

16h - Roda de Conversa e de Escuta “Sobre Elas Por Elas: a cidade que temos e a cidade que queremos” - Mulheres Idosas

Mediadora: Claudete Camargo Pereira Basaglia (Socióloga; Promotora Legal Popular)     

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 - Centro)

 

18h30 - CBI – Basquete Feminino – Sesi Araraquara/AD Santo André Local:         Ginásio de Esportes Castelo Branco (Gigantão) - Av. La Salle, s/nº - Jd. Primavera

 

19h:  Lançamento de Programas “Mulheres Pelo Direito à Cidade: Fortalecendo as Políticas Públicas, Promovendo a Igualdade, a Segurança e a Inclusão”

Apresentação: Grasiela Lima (Coordenadora de Políticas Públicas Para Mulheres)

Local: Biblioteca Municipal Mário de Andrade (Rua Carlos Gomes, 1729 – Centro)

 

Quinta-feira (14/03)

18h - Exposição Coletiva “Marielle Vive” – Dia Marielle Franco – Dia de Luta contra o Genocídio da Mulher Negra

Local: Câmara Municipal de Araraquara (Rua São Bento, 887 – Centro)

 

19h - Roda de Conversa “Dia Nacional Marielle Franco de Enfrentamento à Violência Política, de Gênero e Raça: não seremos interrompidas?”

Mediadoras: Fabi Virgílio (vereadora); Luna Meyer (vereadora); Filipa Brunelli (vereadora); Grasiela Lima (coordenadora de políticas para mulheres); Rita Ferreira (presidenta do Conselho dos Direitos da Mulher)

Parceria: Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres/Câmara Municipal; Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher  Câmara Municipal

Local: Câmara Municipal de Araraquara (Rua São Bento, 887 – Centro)

 

Sexta-feira (15/03)

19h - Roda de Conversa e de Escuta “Sobre Elas Por Elas: a cidade que temos e a cidade que queremos” – Mulheres Negras

Mediadoras: Alessandra Laurindo (Coordenadora de Políticas Étnico-Raciais; Grasiela Lima (Coordenadora de Políticas Públicas Para Mulheres)

Parceria: Coordenadoria Executiva de Políticas Étnico-Raciais; Aquilombamento das PLPs Pretas

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 - Centro)

 

Sábado (16/03)

9h - Abertura – 2º Ciclo de Estudos Feministas Lucila Scavone: Vida e Obra de Heleieth Saffioti

Aula Inaugural: “Feminismos e Provocações”

Palestrantes: Erika Matheus (mestranda em Linguística/UNESP; educadora; coordenadora de gênero e sexualidade da Rede Nacional de Mulheres Negras no Combate à Violência); Rita Ferreira (mulher negra; educadora; PLP)

Parceria: Coletivo Bennu/Promotoras Legais Populares   

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 - Centro)

 

9h - Ação “Bem-Viver Mulheres”

Organização: MEA (Mulheres Empreendedoras de Araraquara)

Apoio: Frente Parlamentar dos Direitos da Mulher; Coordenadoria de Políticas Para Mulheres    

Local: Quilombo Rosa (Avenida Lázaro Machado, nº 1150 - Valle Verde)

 

10h - Roda de Conversa “Saúde das Mulheres e Ações Preventivas que Fazem a Diferença”

Mediadora: Renata Marques (Técnica em Enfermagem)

Realização: Programa AfroMulheres (Coordenadoria de Relações Étnico Raciais e Coordenadoria de Políticas para Mulheres)

Apoio: Grupo de Mulheres do Residencial dos Oitis / Parceria: Secretaria de Saúde

Local: Quiosque do Residencial dos Oitis (cruzamento da Av. Pedro José Laroca com a Dr. Tancredo de Almeida Neves)

 

Segunda-feira (18/03)

19h - Posse das(os) integrantes do Comitê Intersetorial de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres     

Local: Prefeitura Municipal (Sala de Reuniões – 6º andar) – Rua São Bento, 840 - Centro

 

Terça-feira (19/03)

19h - Roda de Conversa e de Escuta “Sobre Elas Por Elas: a cidade que temos e a cidade que queremos” - Mulheres Trans, Lésbicas e Travestis

Mediadora: Erika Matheus (mestranda em Linguística/UNESP; educadora; coordenadora de gênero e sexualidade da Rede Nacional de Mulheres Negras no Combate à Violência)

Parceria: Coordenadoria Executiva de Direitos Humanos/Assessoria de Políticas LGBTQIA+       

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 - Centro)

 

20h30 - CBI – Basquete Feminino – Sesi Araraquara/Corinthians

Local: Ginásio de Esportes Castelo Branco (Gigantão) - Av. La Salle, s/nº - Jd. Primavera

 

Sexta-feira (22/03)

9h - Inauguração da Casa da Mulher Paulista

Local: Rua Hélio Sigoli, 383 - Jardim Adalberto Roxo

 

19h - Clube de Leitoras “Nossas Vozes” – Desvendando os mistérios de “A Estrutura da Bolha de Sabão’, de Lygia Fagundes Telles

Mediadora: Rebeca Chibeni

Parceria: Nossas Vozes Clube de Leitoras    

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 - Centro)

 

Sábado (23/03)

16h: Oficina de Defesa Pessoal Para Mulheres

Professor: João Gabriel Tomikawa     

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 - Centro)

 

Terça-feira (26/03)

19h: Documentário: “Sob Constante Ameaça” e Roda de Conversa e de Escuta: “Mulheres Pelo Direito à Cidade Segura”

Mediadoras: Grasiela Lima (coordenadora de Políticas para Mulheres); Sálua Kairuz Manoel Poleto (secretária de Desenvolvimento Urbano); Vanessa Souza (especialista em Políticas Públicas de Enfrentamento à Violência; PLP)

Parceria: Secretaria de Desenvolvimento Urbano

Local: Biblioteca Municipal Mário de Andrade (Rua Carlos Gomes, 1729 – Centro)

 

Quarta-feira (27/03)

19h: Roda de Conversa e de Escuta “Sobre Elas Por Elas: a cidade que temos e a cidade que queremos” – Mulheres Jovens

Mediadora: Laís de Conti (Gerente – Centro de Referência da Mulher);

Parceria: Coordenadoria de Direitos Humanos/Assessoria de Políticas para a Juventude  

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 - Centro)

 

20h - CBI – Basquete Feminino – Sesi Araraquara/BAX Catanduva   

Local: Ginásio de Esportes Castelo Branco (Gigantão) - Av. La Salle, s/nº - Jd. Primavera

 

Quinta-feira (28/03)

8h e 13h - Ação Formativa “O Papel da Educação Escolar na Prevenção e no Enfrentamento à Violência Doméstica”

Organizadora: Grasiela Lima (coordenadora de políticas para mulheres)

Parceria: Secretaria Municipal de Educação; Escola de Governo

Local: Secretaria Municipal de Educação (Av. Vicente Jerônimo Freire, 22 - Vila Xavier)

 

9h40 e 15h40 - Roda de Conversa e de Escuta “O que o 8 de Março tem a ver com a Juventude?”

Mediadora: Laís de Conti (gerente – Centro de Referência da Mulher); Igor Emidio (assessor de Políticas para a Juventude)

Parceria: Coordenadoria Executiva de Direitos Humanos/Assessoria de Políticas para a Juventude

Local: Centro da Juventude Enide Maria Fernandes de Aguiar Fracasso (Avenida Domingos Francisco de Paula, 395 – Jardim Pinheiros)

 

19h - Roda de Conversa e de Escuta “Sobre Elas Por Elas: a cidade que temos e a cidade que queremos” - Mulheres Surdas

Mediadora: Grasiela Lima (coordenadora de políticas públicas para mulheres)

Intérprete: Raquel Nogueira Chediek

Parceria: Coordenadoria de Direitos Humanos/Assessoria de Políticas para Pessoas com Deficiência

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 - Centro)

 

Programação gratuita