NOTÍCIAS

Voltar

Corporeidade e Negritude são temas discutidos em oficinas realizadas para a implementação da lei 10.639/03

25 de maio de 2017


A Secretaria Municipal da Educação, em parceria com a CEPPIR e o Centro de Referência Afro “Mestre Jorge”, realizou duas atividades buscando contribuir para ações de implementação da lei 10.639/03. As atividades fizeram parte da programação do mês de maio intitulado “Da abolição ao reconhecimento” e foram realizadas na segunda e terça-feira (22 e 23) desta semana.

 

As atividades foram realizadas por Giovana Cândido, que trouxe sua experiência para discutir e propor atividades que possibilitasse aos estudantes do C.E (Centro de Educação) Rubens Cruz o reconhecimento e valorização da História e Cultura do povo negro.

 

Já aos docentes, através do curso “Corporeidade e Negritude”, realizado na Secretaria Municipal de Educação, foi propiciado momentos de reflexão das práticas desses docentes como também o pensar de estratégias que contribuam para o enriquecimento de suas aulas no que se refere à educação das relações étnico-raciais.

 

Vale destacar que Giovana Cândido é graduada em Educação Física pela Universidade Paulista (UNIP), pós-graduada em Motricidade Humana pela Universidade Federal de São Carlos, pós-graduanda em Produção Cultural e Artes Cênicas/performance pela Universidade Sagrado Coração de Bauru. Ex-bailarina do Grupo Conexão e da Cia. Afro, ambos coordenados por Carmelita Campos, Giovana foi também bailarina, coreógrafa e diretora da Cia Afro Rhytmos e, atualmente, é responsável pelas atividades de dança realizadas junto do Departamento de Cultura, Turismo e Lazer de Américo Brasiliense.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis