NOTÍCIAS

Voltar

Daae anuncia investimentos

29 de novembro de 2017


Apesar de todas as dificuldades enfrentadas, o Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos), retomou investimentos e projeta novas realizações já para o início de 2018.

Segundo o superintendente, Marcos Isidoro da Silva, a atual administração entregou um novo poço profundo no Jardim Universal, em outubro, e abrirá em dezembro nova licitação para mais dois – um na região do Selmi Dei e outro na região sul da cidade, no bairro Iguatemi.

 Em entrevista nesta terça-feira (27) ao programa ‘Canal Direto com a Prefeitura’ – transmitido pela TV Web Participativa na página do Facebook da Prefeitura de Araraquara –, Marcos afirmou que os recursos para essas duas obras, que somam mais de R$ 9 milhões, foram conquistados pelo prefeito Edinho, oriundos do financiamento do PAC/Caixa Econômica Federal.

 O superintendente acrescentou que, prestes a completar 50 anos (em 2019), o Daae carece de mais investimentos e modernização, como  a criação de uma agência virtual e o envio das contas de água por email, serviços que devem ser inaugurados logo no início do ano que vem. Também lembrou que a autarquia está adquirindo novos equipamentos, como mais uma retroescavadeira para a limpeza dos bolsões de entulho e um caminhão.

ETE e ETA

Isidoro ressaltou que além do problema na ETE (Estação de Tratamento de Esgoto), a administração também “herdou” a ETA (Estação de Tratamento de Água) com situação bastante precária, com vários problemas estruturais que exigiram reparos. Segundo ele, quase todos os aeradores estavam queimados.

 Sobre este assunto, Isidoro informou que apresentou à Câmara Municipal, em resposta a requerimento dos vereadores, um relatório com fotos em que demonstra a situação de precariedade encontrada em janeiro de 2017 e a situação atual, após várias providências tomadas. Também citou a situação crítica da falta de água em 2016, principalmente na região norte de Araraquara e as medidas tomadas (Clique e veja o documento).

 Ainda em relação à ETE, Marcos afirma que o Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) exige eficiência de 60% no tratamento do esgoto, enquanto o decreto estadual exige 80%. “Com nossos investimentos este ano, já atingimos um índice de 70% de eficiência, mas é preciso investir ainda mais”, afirmou.

 Segundo Marcos, o Daae também obteve verba R$ 2 milhões do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos), pleiteada no início da nova administração, que serão investidos na ETE para a retirada do lodo das lagoas de decantação. Além disso, licitou neste mês um estudo geral de modernização da Estação, o qual norteará adoção de novas tecnologias para o aumento da eficiência e a redução dos custos operacionais da estação.

Outras ações

 Em janeiro deste ano, a nova gestão também recebeu um passivo de cerca de 1.300 buracos, abertos pela autarquia nas vias públicas da cidade ano passado, além de parte da ETE, a usina de secagem de lodo, onde foi investido mais de R 6 milhões,  totalmente desativada desde 2015.

 “Agora os buracos são abertos para os reparos na rede e fechados no máximo em uma semana, dependendo das condições climáticas porque mudamos a metodologia de ações. Na usina de secagem de lodo, já concluímos a revisão das instalações elétricas e iniciaremos os testes dos equipamentos ainda este ano” explicou o superintendente.

 E para o final do ano, o Daae está providenciando as obras de reparo no chafariz e cuidando de outros detalhes para instalar a iluminação de Natal, tradicional de muitas décadas em Araraquara.

Confira a íntegra da entrevista:

https://www.facebook.com/prefeituraararaquara/videos/1901955616787168/

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis