NOTÍCIAS

Voltar

Edinho assume presidência da Junta de Serviço Militar

13 de fevereiro de 2017


A 4ª Delegacia de Serviço Militar, sediada em Araraquara, empossou 11 prefeitos da região como presidentes das Juntas de Serviço Militar de seus respectivos municípios, em cerimônia realizada no plenário da Câmara Municipal, na manhã desta segunda-feira (13).

 

Além do prefeito Edinho, tomaram posse os chefes do Executivo de Américo Brasiliense (Dirceu Pano), Boa Esperança do Sul (Fábio Luís de Souza), Ibitinga (Cristina Arantes), Matão (José Edinardo Esquetini), Nova Europa (Luiz Carlos dos Santos), Rincão (Luiz Fernando Catelani), Santa Lúcia (Luiz Antonio Noli), Tabatinga (Eduardo Martinez), Guatapará (Juraci Costa da Silva) e Motuca (João Ricardo Fascineli).

 

A cerimônia foi comandada pelo tenente-coronel Aníbal Silva, chefe da 5ª Circunscrição de Serviço Militar de Ribeirão Preto, e pelo tenente César Velasque, delegado da 4ª Delegacia de Serviço Militar.

 

Segundo Edinho, um dos maiores símbolos de uma nação são as Forças Armadas. “Há um significado muito grande quando sediamos uma unidade do Exército Brasileiro. As Forças Armadas garantem nossa autonomia enquanto nação. Reforçam a nossa nacionalidade. E a nação se constrói no município, nas cidades, onde as pessoas moram”, declarou.

 

O prefeito lembrou que o Tiro de Guerra de Araraquara é o mais antigo em funcionamento no Brasil, com 106 anos. “Fui atirador do Tiro de Guerra e posso dizer que foi uma experiência que marcou a minha vida, que foi fundamental para a construção da minha conduta, do meu caráter, daquilo que eu acredito”, relatou.

 

O tenente-coronel Aníbal Silva ressaltou que as Juntas são o primeiro ato do jovem no Serviço Militar, pois é onde ocorre o alistamento. “Tudo começa nas prefeituras”, lembrou. Cerca de 2 mil jovens de 18 anos se alistam em Araraquara anualmente, sendo que cem são chamados e passam pela formação.

 

 

“Eu servi por 15 anos na Amazônia, fazendo defesa da nossa fronteira, da nossa soberania. Nenhum estado democrático pode se manter sem uma Força Armada forte”, analisou o chefe da 5ª Circunscrição.

 

Compareceram à solenidade a deputada estadual Márcia Lia (PT), o secretário de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, coronel João Alberto Nogueira Júnior, o presidente da Câmara, Jeferson Yashuda (PSDB), e os vereadores Paulo Landim (PT), Roger Mendes (PP), Edson Hel (PPS), Lucas Grecco (PSB), Gerson da Farmácia (PMDB), Magal (PMDB), Elias Chediek (PMDB), Rafael de Angeli (PSDB) e José Carlos Porsani (PSDB).

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis