NOTÍCIAS

Voltar

Espetáculo da Paixão de Cristo arrecada 3,5 toneladas de alimentos

17 de abril de 2017


Espetáculo da Paixão de Cristo arrecada 3,5 toneladas de alimentos

A 36ª edição da Encenação da Paixão de Jesus Cristo promovida pelo grupo Encenação Nossa Senhora Aparecida (Ensa)) arrecadou 3,5 toneladas de alimentos, que serão distribuídos à entidades assistidas pelos promotores.

O espetáculo dessa sexta-feira (14), na moderna Arena da Fonte Luminosa, na Vila Ferroviária, região central de Araraquara, teve 2 horas de duração com novos blocos desde, o sacrifício de Isaac, a saga de Abraão, a história do povo hebreu, a missão de Moisés, o domínio do Império Romano, os milagres do Messias, a crucificação e a ressurreição.

 

“A Paixão foi narrada por um observador neutro dentro de 13 cenários, contamos com 200 atores e cenas inéditas”, relata a diretora artística Lúcia Krepski.

“Lutamos com dificuldades técnicas e financeiras, mas os voluntários se uniram em torno do espetáculo e o reconhecimento do público é muito gratificante”, afirmou o presidente Geraldo Sedenho, da ENSA.

Para o vice-prefeito Damiano Neto a população mais uma vez deu um grande exemplo de solidariedade e amor ao próximo. “Penso que esse é um momento importante na vida religiosa da nossa cidade. É um dia para relembrarmos o sofrimento de Cristo por acreditar na construção de um mundo justo e marcado pela paz”, disse Damiano.

“Eu agradeço pela presença de todos e pela gentileza em doar os alimentos que ajudarão nossas entidades sociais. Também agradeço à diretoria  e voluntários da Ensa, que ensaiou durante seis meses para o espetáculo da Paixão”, afirmou o padre Nelson Ramos, da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida.

Voluntários

Segundo o ator Luiz Carlos Bertocini, 44, que interpretou Jesus Cristo pela 16ª vez o novo texto retrata bem o momento atual. “A opressão do governo sobre a população como ocorria no Império Romano”, observa Bertocini.

O analista de sistemas Álvaro Pastre, de 40 anos, atuou como soldado judeu pela segunda vez e destaca a cena do Santo Sudário como a mais emocionante. “O canto de Verônica e a imagem do sangue de Jesus me emociona demais”, conta.

A estreante Vânia Oliveira, 56 anos, representou o povo hebreu e  o seu filho Pedro Augusto de Oliveira, 28, como soldado. “Adorei e meu filho, que é especial, está muito feliz”, relata.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis