NOTÍCIAS

Voltar

“Estaremos ao lado das vítimas de injustiças”, diz Edinho na entrega do Prêmio Rita de Cássia Ferreira

26 de julho de 2017


Em uma noite emocionante, dez mulheres negras de destaque em Araraquara foram homenageadas com o Prêmio Doutora Rita de Cássia Ferreira, no Palacete das Rosas, na terça-feira (25). Elas foram escolhidas por terem se destacado profissionalmente ou prestado importantes trabalhos na área social.

Nesta edição, as homenageadas foram Ivone Apparecida Sabino Damásio, Olga Benedito Calixto, Euticya Luzia de Araújo Carvalho, Luciana Aparecida Antônio Gonçalves, Maria do Carmo Bento dos Santos, Alessandra de Cássia Laurindo, Roseli do Carmo Gustavo, Raquel de Paula, Rosires de Fátima Botelho e Rita de Cássia Ferreira.

“Essas dez mulheres têm histórias tão diversas, mas ajudaram a construir a identidade da população negra de Araraquara. Elas são exemplo de ruptura do preconceito e superação das dificuldades. Ninguém muda a sociedade se não mudar a cidade onde mora. Sempre estaremos ao lado daqueles que foram vítimas de todas as formas de violência e preconceito”, disse o prefeito Edinho.

Maria Fernanda Luiz, coordenadora de Direitos Humanos, agradeceu ao prefeito pela visão e ressaltou que a história deve ser valorizada. “Mais que um momento de festa, uma data como essa é uma oportunidade de reflexão.”

Luiz Fernando Costa de Andrade, coordenador de Políticas Públicas de Igualdade Racial, usou sua fala para homenagear a mãe. “Quem me ensinou a acreditar foram as mulheres negras e, se hoje estou aqui, é pelo ensinamento delas”, disse Luizão.

A secretária de Planejamento e Participação Popular, Juliana Agatte, agradeceu aos coordenadores pelo trabalho. “Não iremos medir esforços para reduzir desigualdades, para ter mais momentos como esse. É uma luta de todos nós”, destacou.

A deputada estadual Márcia Lia (PT) parabenizou a todas as mulheres e ressaltou que “o momento é muito simbólico”.

A premiação integra a programação da Semana da Mulher Negra Latino Caribenha e Tereza de Benguela (19 a 28 de julho) e é uma realização da Coordenadoria Executiva de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e da Coordenadoria Executiva de Direitos Humanos.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis