NOTÍCIAS

Voltar

Estudantes da Rafael Medina retratam o bicentenário da cidade

25 de agosto de 2017


Alunos do 8º e 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental ‘Rafael de Medina’, no Jardim Martinez, zona sul de Araraquara, expõem a pesquisa sobre os 200 anos de fundação de Araraquara. A mostra, montada no Portal do Saber da escola, abrange o Brasil Império, a Velha República e um recorte do Brasil no século XX.

Divididos em grupos, os estudantes pesquisaram livros, jornais, revistas, arquivos de TV, realizaram entrevistas e visitas técnicas, inclusive à Fazenda do conde do Pinhal, em São Carlos.

“Uma iniciativa fantástica e que vem ao encontro das festividades dos 200 anos da cidade. Os alunos cruzaram vários conteúdos e organizaram um recorte importante de nossa história” elogiou a secretária municipal da Educação, Clélia Mara Santos.

Para o professor de História Luís Humberto Mori, um dos organizadores da pesquisa, “os alunos promoveram um resgate da história local com foco no contexto político, social e econômico, desde o Brasil Império e da velha República aos tempos atuais”.

Entre os assuntos pesquisados a mostra contempla a formação do povoado em torno da capela da matriz de São Bento; a chegada dos trilhos da estrada de ferro; a expansão do povoado com as lavouras de café e cana de açúcar; o coronelismo; o caso dos Britos; a modernização no início do século XIX; construção e demolição do Teatro Municipal; a fundação da Associação Ferroviária de Esportes; entrega do Gigantão.

A exposição seguirá aberta até o próximo dia 31 para os alunos da escola. Já no sábado, dia 2 de setembro, será a vez dos pais e familiares conhecerem de perto o trabalho sobre o bicentenário da cidade.

 

Pesquisa

Yasmin Fidélis, de 15 anos e aluna do 9ª ano, pesquisou o comércio e a indústria. “Um trabalho interessante onde observamos as transformações na cidade nas últimas décadas”, afirmou a jovem que pretende atuar na área da aviação.

Camila Varela e Nicole Ferreira, ambas de 14 anos e do 9ª ano, pesquisaram sobre o caso dos Britos, que abalou a cidade nos fins do século XIX. “O caso também envolveu a xenofobia contra os nordestinos”, relatou Nicole.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis