NOTÍCIAS

Voltar

Evento debate avanços na alfabetização em rede pública

22 de junho de 2017


Promovido pelo Conselho de Curso de Pedagogia da Faculdade de Ciências e Letras, da Unesp de Araraquara, e a União dos Dirigentes Municipais de Educação do Estado de São Paulo (Undime), o evento “Cenário da Alfabetização em Escolas Públicas na região de Araraquara” teve o objetivo de fomentar estratégias no combate ao analfabetismo e melhorias da qualidade dos processos de alfabetização nas redes municipais de ensino. A atividade foi realizada no anfiteatro da Unesp nesta semana.

Na abertura do encontro, o professor Francisco José Mazzeu apresentou uma pesquisa sobre o combate ao analfabetismo nas cidades da região central do estado de São Paulo. Araraquara, segundo os dados, teve queda considerável na porcentagem de pessoas iletradas.

A Unesco considera como território livre do analfabetismo a cidade, estado ou país que reduz a porcentagem de analfabetos  na população de 15 anos ou mais a uma taxa de 4%. “Araraquara está na frente de muitas cidades brasileiras, a taxa de 1991 era de 8,7% e teve, em 2010, uma redução para 3,3%”, destacou o pesquisador.

A secretária da Educação, Clélia Mara dos Santos, representando a presidência da Undime/SP, ao saudar todos os secretários da região ressaltou a importância do seminário e importância de ações em parceria entre a rede pública de educação, a Unesp e a Undime/SP.

“É inadmissível que em pleno século XXI nós termos que conviver com o analfabetismo no ensino fundamental, ou com crianças foram da escola e jovens e adultos, que não tiveram oportunidade ou não puderam continuar a estudar. A parceria com a universidade é importante para nos auxiliar no desenho, ampliação e alcance das políticas públicas municipais que promovam a melhoria da educação e a superação de injustiças e desigualdades educacionais históricas. Acredito que ações colaborativas e de cooperação entre as secretarias de educação em âmbito regional e em parceria com a universidade são necessárias, assim como mais encontros como o de hoje”, ressaltou a secretária.

De acordo com a professora doutora Eliza Barbosa, da Unesp, a iniciativa do evento foi apresentar aos novos secretários municipais um panorama do quadro de analfabetismo, debater os avanços e estabelecer um diálogo  permanente sobre melhorias na alfabetização.

“Temos diversos fatores que afetam o aprendizado, inclusive a dispersão dos jovens nos estudos por conta das facilidades tecnológicas”, destaca.

Os alunos do Centro de Recreação e Educação Maria da Glória Fonseca Simões, no Jardim Maria Luiza emocionaram a plateia com apresentação cênica e musical durante a recepção aos participantes.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis