NOTÍCIAS

Voltar

Fórum de Infraestrutura visita Residencial dos Oitis para planejar ações

3 de fevereiro de 2017


Integrantes do Fórum de Infraestrutura da Prefeitura estiveram no Residencial dos Oitis, no Jardim Iguatemi, nesta sexta-feira (3), para ver de perto a situação do local e dar sequência ao planejamento das ações que serão feitas.

Na segunda-feira (6), uma nova reunião do fórum irá estabelecer um cronograma definitivo das medidas. A estimativa é que os serviços comecem a ser executados na próxima semana.

As primeiras ações, mais imediatas, serão na parte externa: retirar o lixo e cortar o mato alto, melhorar a iluminação, retirar o alambrado e abrir uma rua na lateral dos 16 blocos de apartamentos (para o acesso de caminhões de lixo e carteiros). “Fizemos uma força-tarefa e viemos com as equipes para afinar esse cronograma de atuação e traçar o trabalho”, explica a secretária anunciada de Desenvolvimento Urbano, Luciana Gonçalves.

Além de Luciana, também estiveram presentes o secretário João Bernal (Obras e Serviços Públicos), o superintendente do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos), Wellington Cyro de Almeida Leite, o coordenador de Participação Popular, Alcindo Sabino, além de equipes de várias secretarias.

A reestruturação do Residencial dos Oitis é um compromisso assumido pelo prefeito Edinho. Nos primeiros dias de governo, ele esteve no local e pediu a colaboração dos moradores para o Executivo levar seus serviços. No último dia 29 de janeiro, uma assembleia autorizou que a Prefeitura atue na área, que até então era um condomínio fechado.

 

Políticas sociais

Paralelamente ao Fórum de Infraestrutura, o Fórum de Políticas Sociais também abordou nesta sexta-feira, em sua primeira reunião, ações para o Residencial dos Oitis. Segundo a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Eloísa Mortatti, a intenção é que a Prefeitura leve projetos sociais aos moradores junto com as medidas estruturais. “Queremos ações conjuntas entre obras e políticas sociais, com esporte, cultura, habitação, ou seja, também trabalhar para as pessoas”, diz.

Além do Oitis, o fórum também abordou o Programa Criança Feliz, em parceria com o Governo Federal, que terá foco na região norte da cidade. A estimativa é de 500 crianças até seis anos de idade sejam acolhidas e recebam visitas domiciliares.

Integraram essa reunião os secretários e representantes das pastas de Assistência Social, Desenvolvimento Urbano, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Educação, Saúde, Planejamento e Participação Popular e Gestão e Finanças.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis