NOTÍCIAS

Voltar

Gabinete de Gestão Integrada debate ações preventivas contra a criminalidade

27 de outubro de 2017


A Prefeitura de Araraquara promoveu, na tarde de quinta-feira (26), o segundo encontro do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), que reúne governo municipal, forças policiais, entidades e representantes da sociedade civil. A reunião foi conduzida pelo vice-prefeito e secretário do Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto, que representou o prefeito Edinho.

A implantação da mediação de conflitos na região do Valle Verde foi uma das pautas do encontro. “A proposta tem por escopo fomentar o protagonismo, a cidadania, a solidariedade, o senso de justiça e a cultura da paz, proporcionando a redução da violência. A ideia é resolver pequenos conflitos para que eles não se transformem no cometimento de crimes mais graves”, explica o coronel João Alberto Nogueira Júnior, secretário de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública.

De acordo com o secretário, a ação começará pela região norte da cidade em razão de análises estatísticas criminais apontarem para a incidência de crimes mais graves nessa área.

O GGIM também discutiu ações para erradicação do trabalho infantil no município, além da expansão e modernização do sistema de videomonitoramento.

A reunião resultou ainda na criação de uma Câmara Temática que dará início a estudos para revisão e implantação de novos locais de videomonitoramento na cidade, bem como para analisar a viabilidade do compartilhamento de imagens de câmeras particulares por meio do projeto “Câmera Cidadã”, a ser implantado em Araraquara.

 

Gabinete

O GGIM reúne 37 integrantes das forças de segurança, da Prefeitura, de entidades do comércio e da sociedade civil.

Além do prefeito Edinho e de secretários, integram o Gabinete as polícias Militar, Rodoviária, Ambiental, Civil, Científica e Federal, o Corpo de Bombeiros, a Delegacia de Defesa da Mulher, a Acia (Associação Comercial e Industrial de Araraquara), o Sincomércio (Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara) e a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), além de representantes de conselhos municipais e do OP (Orçamento Participativo).

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis