NOTÍCIAS

Voltar

Gabinete de Gestão Integrada debate índices de violência na cidade

24 de julho de 2017


A primeira reunião do Gabinete de Gestão Integrada, nesta terça-feira (25) à tarde, com a presença do prefeito Edinho, irá debater os índices de violência em Araraquara e planejar ações para a melhoria da segurança pública na cidade.

Segundo o coronel João Alberto Nogueira Júnior, secretário de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, estarão na pauta da reunião a deliberação do termo de regimento interno, uma exposição sobre o sistema de informação do Gabinete (InfoGGI, que é compartilhado com o Ministério da Justiça e Segurança Pública) e a apresentação do mapa da criminalidade no município.

Todos os boletins de ocorrência da polícia foram catalogados e separados em 17 regiões. “Separamos os principais índices, como furto e roubo de veículos, furtos, roubos e homicídios. Dessa forma, é possível ter uma ação conforme a incidência maior de determinado delito”, afirma o secretário.

Os recentes casos de homicídio (cinco em dez dias) também serão colocados em pauta para um comparativo com os índices do ano passado. “Vamos ver o que está acontecendo e investigar o que pode ser feito para prevenção”, diz João Alberto. “Cada fato em si enseja uma investigação separada, mas pode ser possível detectar uma tendência.”

O secretário destaca o papel da Prefeitura na articulação entre as forças de segurança, já que, constitucionalmente, a responsabilidade pelo setor é da União e do Estado.

“Os municípios podem integrar essas forças para que haja um envolvimento concentrado de todas elas para prevenir ou coibir os delitos, sempre respeitando a divisão de competências”, afirma João Alberto.

 

Integração

O grupo Gabinete de Gestão Integrada reúne 37 integrantes das forças de segurança, da Prefeitura, de entidades do comércio e da sociedade civil.

Além do prefeito Edinho e de secretários, estão no Gabinete as polícias Militar, Rodoviária, Ambiental, Civil, Científica e Federal, o Corpo de Bombeiros, a Delegacia de Defesa da Mulher, a Acia (Associação Comercial e Industrial de Araraquara), o Sincomércio (Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara), a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), além de representantes de conselhos municipais e do OP (Orçamento Participativo).

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis