NOTÍCIAS

Voltar

Governador autoriza repasse para obras no Assentamento Monte Alegre

26 de julho de 2017


Em rápida passagem por Araraquara, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) garantiu que o Governo do Estado irá liberar R$ 243 mil para obras em duas pontes e uma barragem danificadas por fortes chuvas no Assentamento Monte Alegre. O problema se arrastava desde janeiro de 2014.

O governador participou de agenda em Rincão, na tarde desta quarta-feira (26), e se encontrou com o prefeito Edinho no Aeroporto “Bartholomeu de Gusmão” minutos antes de embarcar de volta a São Paulo. O deputado estadual Roberto Massafera (PSDB) também participou da conversa.

Edinho mostrou o projeto do assentamento a Alckmin e explicou que ele já havia sido apresentado à Secretaria de Casa Civil do Estado. Desde o início do ano, os estudos sobre as obras são feitos pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, pela Defesa Civil de Araraquara e pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil.

“As famílias vêm sofrendo desde 2014 com a falta dessas pontes. A situação se agravou muito por conta das chuvas que nós tivemos. Um trajeto geralmente feito em dez minutos estava sendo feito em uma hora, porque era necessário contornar a região afetada”, afirma Edinho.

“O governador, na nossa frente, despachou o ofício com o projeto, autorizando a liberação de R$ 243 mil para recuperar essas pontes e garantir um acesso melhor e condições para o escoamento da produção desses pequenos agricultores”, destaca. “Essa obra é muito importante para que a gente recupere a dignidade e a qualidade de vida das famílias do assentamento. Agradeço muito ao governador e ao deputado Roberto Massafera.”

O provedor da Santa Casa, Valter Curi Rodrigues, e o vice-provedor, Marco Antônio Brandão, também conversaram com o governador sobre assuntos relacionados ao hospital.

As obras

Segundo a Secretaria de Obras e Serviços Públicos, as obras irão consertar duas pontes (uma de 8 metros e outra de 12 metros) levadas pelas chuvas e uma barragem rompida, que dá acesso à estrada.

Os setores 2, 3 e 6 do assentamento são os mais prejudicados. Ao todo, mais de 500 famílias vivem no local.

As pontes levadas pelas chuvas já foram retiradas do rio, trazidas para o Centralizado e reparadas, aguardando apenas a recolocação. Após o início das obras, a previsão de término é entre dois e três meses.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis