NOTÍCIAS

Voltar

Guarda Municipal alerta sobre perigo do cerol e da linha chilena

6 de julho de 2017


Participando ao vivo do “Canal Direto com a Prefeitura”, no Facebook da Prefeitura, a coordenadora da Guarda Civil Municipal, Juliana Záccaro, reforçou o alerta à população sobre os perigos do uso de cerol e de linha chilena nas pipas durante este período do ano, com as férias escolares.

 

A aplicação desses produtos cortantes nas linhas pode causar lesões sérias (ou até levar à morte) ciclistas e motociclistas. As próprias crianças e adolescentes podem se cortar manuseando a linha.

 

“A linha chilena, formada por óxido de alumínio e quartzo moído, quando está esticada, funciona como uma guilhotina e você não consegue vê-la. Na maioria das vezes, ela pega na veia jugular e é fatal. A gente vem nessa campanha educativa para inibir esse tipo de acidente”, explica.

 

A Guarda Municipal e a Polícia Militar realizam fiscalizações para flagrar locais que vendam cerol e linha chilena ilegalmente. “É feita fiscalização e advertência ao estabelecimento, que pode até chegar a ser lacrado”, revela.

 

Caso uma criança seja encontrada soltando pipas com os produtos cortantes, ela é encaminhada ao Conselho Tutelar e os pais são acionados. Uma multa de 5 UFMs (unidades fiscais do município), correspondente a R$ 258,85, é aplicada para a pessoa responsável pelo menor.

 

Em relação a um adulto, a penalidade vai para seu próprio CPF. O valor é dobrado a cada reincidência. Além disso, quem se machucar por causa do cerol e da linha chilena pode acionar os responsáveis criminalmente.

 

Záccaro ainda destaca o papel fundamental da população realizando as denúncias por meio do telefone 153 (Guarda Municipal) e 190 (Polícia Militar). A maioria das ligações é referente à região norte da cidade, segundo a coordenadora.

 

“É importante a denúncia da população e que ela conscientize seus filhos para uma brincadeira mais segura, para soltar pipa com a linha pura, sem o uso do cerol. A gente atua através das ligações. Portanto, é importante que a população denuncie.”

 

‘Guardando o Amanhã’

 

No programa, Záccaro lembrou que essa conscientização integra o projeto “Guardando o Amanhã”, desenvolvido durante todo o ano para cerca de 750 alunos de 14 escolas municipais.

 

“São ações voltadas ao exercício da cidadania”, disse. A coordenadora explicou que o aborda o combate ao cerol, queimadas, enchentes, destinação correta do lixo, entre outros assuntos. “A criança é um agente multiplicador, pois faz a família aplicar aquilo que aprendeu.”

 

O “Canal Direto com a Prefeitura” vai ao ar pelo Facebook, ao vivo, de segunda a sexta-feira, às 12h30, na página “Prefeitura de Araraquara”.

 

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis