NOTÍCIAS

Voltar

Hip Hop Itinerante tem início neste domingo (30)

25 de julho de 2017


Um novo programa da Prefeitura de Araraquara tem início neste domingo (30): é o Hip Hop Itinerante. Esta primeira edição será realizada no Parque Pinheirinho, no domingo (dia 30), a partir das 13 horas, com diversas atrações na programação que é inteiramente gratuita.

Hip Hop Itinerante é um projeto que existe na cidade desde fins da década de 1990 e agora é retomado em conjunto pela Secretaria de Planejamento e Participação Popular (por meio da Coordenadoria de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial, da Assessoria de Políticas para a Juventude e da Coordenadoria de Direitos Humanos) e por todos e todas integrantes do movimento Hip Hop que farão suas participações nos eventos.

A ideia é rodar a periferia de Araraquara, levando entretenimento, lazer, cultura, informação e ocupação; para isso o evento itinerante será realizado cada mês em um bairro. Também, o projeto busca a valorização dos artistas locais, assim como a integração entre os diferentes grupos e regiões da cidade.

Outra proposta é promover a cultura cidadã e incentivar a empatia com o movimento e as causas sociais.

 

Encontros – O programa se inicia com cinco encontros mensais, das 13 às 18 horas sempre no último domingo de cada mês e, para que toda a cidade possa ter acesso à cultura Hip Hop, os eventos serão distribuídos nas quatro principais regiões da cidade: zona norte, zona leste, zona oeste e zona sul. Vale apontar que a zona norte abrange um grande contingente populacional da cidade, por isso nesta região serão realizados dois eventos.

Além do Parque Pinheirinho, as outras locações do programa são: CEU das Artes (agosto), Praça do CECAP (setembro), CAIC Vale do Sol (outubro) e CAIC Selmi Dei (novembro).

Araraquara hoje conta com mais de 20 grupos organizados de Rap, além de vários grupos de breaking, graffiteiros e DJ’s. A Prefeitura acredita que o Hip Hop Itinerante se faz necessário já que os grupos participantes do programa provêm de bairros periféricos, afastados do centro e caracterizam, em grande parte, a população negra do município.

Por isso incentivar e promover atividades culturais nessas regiões é ouvir grupos que historicamente não são ouvidos, é valorizar os artistas locais, é ouvir a resistência do Hip Hop que, mesmo sem muito espaço em eventos locais, não deixou de existir e se reproduzir, e é, sobretudo, lutar contra o preconceito que paira sobre a população negra, periférica e sobre suas manifestações culturais, sempre atreladas à violência e à drogadição. O projeto visa, acima de tudo, buscar uma Araraquara moderna, prezando pela cultura da não-violência.

 

Atrações – Cada evento contará com a participação de três ou quatro grupos de Rap cantando, sendo que uma rapper se repetirá em todos os eventos, com vista a ampliar a visibilidade feminina no movimento e encorajar outras mulheres a participarem dos eventos. Também, haverá a participação um DJ e dois graffiteiros por evento, além de grupos de breaking.

A primeira edição recebe os convidados: Lígia Maria, Pixote RPX, Time RC, D.A.O e Proclamadores da Paz (Rap), Rê e Noka (graffiti), DJ Alf Dee e grupos de breaking.

Ainda, o Hip Hop Itinerante contará com espaço de divulgação, conscientização e formação sobre a cultura Hip Hop, um espaço de microfone aberto em alguns momentos para a divulgação de eventos, proclamação de poesias, entre outras formas de expressão da cultura Hip Hop com o intuito de promover o conhecimento enquanto elemento integrante desta cultura também.

 

Histórico Hip Hop – O Hip Hop é uma expressão artística, cultural, musical que surge nos EUA na década de 1970 como o grito de comunidades apagadas pelo Estado e pela sociedade. É, por excelência, a expressão cultural das periferias negras, latinas que sofria – e sofre – com a pobreza, o racismo, falta de acesso à serviços públicos de qualidade, entre diversas formas de silenciamento de seus problemas, dores e vozes. Assim, se constitui em torno de nove elementos: o rap, o DJ, o breaking, o grafitti, o empreendedorismo, a moda, a linguagem de rua, o beatbox e o conhecimento – no programa Hip Hop Itinerante da Prefeitura de Araraquara haverá apresentação de artistas em torno dos quatro eixos mais difundidos na cidade (rap, breaking, graffiti e DJ) e espaços abertos que visam incentivar e conscientizar sobre os outros cinco elementos. Todos eixos representam alguma particularidade artística dentro de um mesmo movimento e expressão cultural periférica.

Incentivar o Hip Hop e a expressão artístico-cultural das periferias é por em pauta o racismo velado ou não, o extermínio da juventude negra, a pobreza e as diversas problemáticas que assolam essa população – expressadas pelos desenhos, músicas, danças, batidas, poesias – entre outros.

 

Serviço

Abertura do programa Hip Hop Itinerante

Local: Parque Pinheirinho (Av. Francisco Vaz Filho, s/nº – Jardim Pinheiros)

Data: domingo (30 de julho)

Horário: das 13 às 18 horas

Grátis

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis