NOTÍCIAS

Voltar

II Simpósio de Saúde Mental pauta inserção social

18 de maio de 2017


Com 450 participantes, o II Simpósio de Saúde Mental promovido pela Prefeitura no auditório da Unip, na região noroeste de Araraquara pautou a inserção social, entre outros temas, no tratamento aos distúrbios mentais. Nessa sexta-feira, dia 18 de maio, o evento também reforçou a luta antimanicomial, ou seja, a liberdade dos assistidos pela saúde mental receberem tratamentos em seus territórios.

 

Durante todo o dia houve painéis com vários palestrantes e exposição de artesanatos produzidos por pessoas em tratamento nas unidades especializadas da rede municipal. Servidores municipais da Saúde, estudantes, assistidos, familiares e representantes da sociedade lotaram o auditório.

 

Para a secretária municipal de Saúde, Eliana Honain, o simpósio é um avanço na mobilização dos profissionais da saúde. “A luta antimanicomial visa a inserção, e a reinserção, das pessoas em tratamento psiquiátrico com afetividade e dignidade”, destaca Honain.

 

A palestrante, Alana Gozzi, da Universidade Federal de São Carlos (UFScar) enfatiza a necessidade de prevalecer o ir e vir, o acesso à cultura e à criatividade das pessoas em tratamento. “Precisamos de novas perspectivas e restabelecer laços para combater ideias retrógradas”, expôs.

 

Para a estudante de enfermagem Larissa Tasso, de 25 anos, o simpósio é importante para quebrar barreiras e preconceitos e abrir mentes para novos procedimentos.

 

A gerente interina de Saúde Mental, Ludmila Matinez, ressalta a importância do simpósio para a interação da atenção básica com a especializada para melhorar o atendimento as pessoas em tratamento da saúde mental.

 

Vale destacar que no Centro Atenção, Psicossocial II são 220 pessoas assistidas, enquanto o Centro de Atenção de Jovens e Adolescentes, para dependentes químicos são 700 pessoas em tratamento.

 

Prestigiaram o evento o coordenador executivo da Saúde Especializada, Edson Rodrigues; a diretora do Núcleo de Redes de Saúde da DRSIII, Mary Cristina; o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Isaias Antônio; o diretor do SESA, Walter Figueiredo e o psicólogo do Caps II Paulo Lima.

 

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis