NOTÍCIAS

Voltar

Juiz eleitoral agradece Prefeitura pela parceria em posto de atendimento no Paço Municipal

29 de abril de 2018


O juiz eleitoral da 385ª Zona Eleitoral de Araraquara, João Baptista Galhardo Júnior, esteve na Prefeitura nesta sexta-feira (27) e agradeceu ao prefeito Edinho pela parceria referente ao cadastramento da biometria dos eleitores no andar térreo da Prefeitura, em um posto da Justiça Eleitoral.

 Galhardo aproveitou, inclusive, para também cadastrar a sua biometria (impressão digital) no sistema, acompanhado por Edinho e pelo chefe do cartório eleitoral da 385ª Zona Eleitoral, José Adilson de Abreu Júnior.

 “A biometria traz mais segurança jurídica ao processo eleitoral, além de reforçar o exercício da cidadania por parte do eleitor”, afirma o juiz eleitoral. “Convido toda a população para fazer a biometria e agradeço à Prefeitura, na pessoa do Edinho, pelo apoio que oferece à Justiça Eleitoral da cidade”, complementa Galhardo.

 “A Prefeitura é um local da cidade em que muitos moradores passam diariamente. O posto da Justiça Eleitoral está sendo muito procurado, principalmente para o cadastramento biométrico. Agradeço ao Galhardo e a todos da Justiça Eleitoral pela parceria na prestação desse serviço à nossa população”, afirma Edinho.

 

​​Até 4 de maio

 O posto da Justiça Eleitoral ficará instalado no térreo do Paço Municipal até o dia 4 de maio. Disponível nas mesas 25 e 26, esse serviço atenderá o público das 10h às 16h30, no horário de expediente da Prefeitura. Para os servidores municipais, o atendimento começa às 9h e vai até as 17h30.

 O serviço inclui cadastro biométrico, transferência de domicílio eleitoral ou de Zona Eleitoral e a emissão do primeiro titulo de eleitor, entre outros. É necessário se apresentar com um documento original de identidade com foto, titulo eleitoral (se tiver) e comprovante de endereço residencial atualizado.

 Quem não estiver em dia com a Justiça Eleitoral (após ter deixado de votar nas três últimas eleições) terá bloqueado o Titulo de Eleitor e o CPF. Com isso, fica impedido de participar de concursos públicos, tirar passaporte ou de se inscrever em universidades (se for estudante aprovado em vestibular), entre outras pendências.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis