NOTÍCIAS

Voltar

Juventude decide por projetos esportivos e culturais nas praças

15 de maio de 2017


“Nunca tinha visto em Araraquara um debate de tão alto nível sobre juventude, feito pelos próprios jovens, como vi hoje”, disse o prefeito Edinho no final da plenária temática do OP (Orçamento Participativo) sobre Juventude, na tarde de sábado (13), no Teatro Wallace Leal Valentim Rodrigues.

 

Tanto a qualidade das discussões quanto o comparecimento dos jovens (mais de 60 pessoas) chamaram a atenção. “Lideranças jovens compareceram mesmo sendo véspera do Dia das Mães, com o comércio aberto. Um exemplo de cidadania e engajamento nas decisões sobre temas importantes da nossa cidade”, resumiu o prefeito.

 

A ação escolhida pelos jovens como prioridade, e que irá entrar no orçamento de 2018 da Prefeitura, foi a revitalização de áreas públicas para o desenvolvimento de programas culturais e esportivos, com foco na prevenção ao uso de drogas.

 

Outros temas foram abordados, como a necessidade de campanhas de trânsito voltadas à juventude, a reabertura de telecentros que estão fechados, a capacitação para o mercado de trabalho e programas de acompanhamento psicológico nesta fase de grandes mudanças na vida (formação escolar, escolha da profissão, entrada na faculdade, o primeiro emprego, entre outras situações).

 

 

Hugo Carvalho, de 24 anos, destacou a importância da presença na plenária. “Eu acho importante o jovem participar da administração por que ele faz valer o direito dele de democracia”, revelou. “Quando aparece algum projeto para a gente participar, é importante ter a participação de cada um de nós”, opinou Brenda Stucchi, 17.

 

Estimulante

 

Para o coordenador de Participação Popular e do OP, Alcindo Sabino, o engajamento dos jovens foi “estimulante”. Como exemplo, ele cita a presença de vários candidatos a representantes, o que tornou necessária uma votação. “É um exemplo de participação. Isso mostra a importância de se discutir a política em relação à juventude”, afirma.

 

A plenária elegeu sete representantes da juventude, sendo que quatro deles irão para o conselho geral do OP. Outros dois jovens foram escolhidos para o Conjuve, o Conselho Municipal da Juventude, que realiza reuniões regulares para debate dos assuntos de interesse dessa faixa etária (16 a 29 anos).

 

O assessor de Políticas para a Juventude, Guilherme Floriano, disse que a plenária surpreendeu positivamente. “Achei ótimo. O nível do debate foi bem alto. A galera é bem politizada e tem interesse em uma cidade melhor. Isso é confirmado pela pauta que foi votada”, opinou.

 

Guilherme lembra que as ações prosseguem. “Vamos continuar o trabalho do Conjuve, fazer a conferência da Juventude para tirar o Plano Municipal da Juventude e, também, temos a intenção de reabrir o Espaço Jovem na Casa da Cultura”, projetou.

 

Transformações

 

A deputada estadual Márcia Lia (PT) lembrou que “o jovem pode exercer sua cidadania através das decisões”. Representando a Câmara, Roger Mendes (PP) usou a palavra para reforçar a importância da participação dos jovens. “Que vocês sejam envolvidos com a política. Nós podemos fazer as transformações.”

 

Também estiveram na plenária a vereadora Thainara Faria (PT), os vereadores Rafael de Angeli (PSDB) e Toninho do Mel (PT), além de secretários, coordenadores e assessores de diversas secretarias da Prefeitura.

 

O cronograma completo do Orçamento Participativo e a divisão da cidade por regiões e sub-regiões estão no site da Prefeitura: http://www.araraquara.sp.gov.br/cronograma-op2017.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis