NOTÍCIAS

Voltar

Maioria das mulheres desconhece funcionamento da Lei Maria da Penha

7 de agosto de 2017


Embora 100% das mulheres brasileiras têm conhecimento da existência da Lei Maria da Penha, que está completando 11 anos em vigor no País, apenas 18% (das mulheres) sabem como funciona essa legislação e somente 50% denunciam os casos de violência dos quais são vítimas.

Os dados foram apresentados nessa segunda-feira (7) pela coordenadora de Políticas para as Mulheres, Amanda Vizoná, no programa ‘Canal Direto com a Prefeitura’, apresentado ao vivo de segunda a sexta-feira, às 12h30, na TV Web Participativa, via Facebook da página da Prefeitura de Araraquara.

Segundo Amanda, que também citou que 70% dos casos de estupro no País envolvem crianças e adolescentes, a Coordenadoria, vinculada à Secretaria Municipal de Planejamento e Participação Popular, tem procurado avançar nas políticas de proteção ao sexo feminino na cidade.

São oferecidos vários serviços, principalmente por meio do Centro de Referência da Mulher. “Apesar dos avanços proporcionados pela Lei Maria da Penha, é preciso avançar ainda mais na proteção à mulher, inclusive através das ações da polícia e do judiciário”, acrescenta a coordenadora.

Amanda Vizoná destacou ainda os tipos de violência contras as mulheres no Brasil, como na questão da desigualdade salarial ou quando o homem esconde os documentos para evitar a separação do casal, e mesmo quando força a relação sexual, entre outros exemplos.

E que no caso envolvendo violência sexual contra crianças e adolescentes, o diálogo com os pais é um fator de muita importância para combater o problema.

 

Atendimento

Amanda ressaltou que o Centro de Referência da Mulher oferece atendimento psicológico agendado, além da Casa Abrigo para casos de proteção à mulher ameaçada.

E que denúncias podem ser feitas, inclusive por terceiros, para o telefone número 180 ou no plantão 24 horas, número 9.9762-0697.

Em Araraquara, o Centro de Referência da Mulher atende de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h30, na Rua Comendador Pedro Morganti (Rua 11, entre as avenidas Feijó e José Bonifácio), nº 2231, no centro.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis