NOTÍCIAS

Voltar

Morada do Sol Turismo S/A fecha 2017 com acréscimo de 64% na receita de eventos

16 de maio de 2018


 

A Empresa Morada do Sol Turismo, Eventos e Participações S/A fechou o ano passado com um crescimento de 64,32% de sua receita de eventos realizados na área do Centro de Eventos de Araraquara e Região (Cear), em comparação a 2016. Foram contabilizados quase R$ 742 mil em 2017, ante a R$ 477,2 mil no ano anterior. Ainda segundo o gráfico de receita anual acumulada, o avanço na geração do faturamento foi ainda maior se comparado o faturamento de 2017 com o ano de 2011, quando foi entregue a obra do novo Centro de Convenção dentro do CEAR. Nesse caso, o acréscimo foi de 365%, passando de R$ 205,3 mil para R$ 742 mil.

Esses números estão relacionados a shows, congressos, formaturas, jogos universitários, feirões de automóveis e Facira, entre outros, realizados no ano passado.

A Empresa Morada do Sol Turismo, Eventos e Participações S/A é uma empresa Sociedade Anônima de Economia Mista, empresa publica de direito privado. É regida pela Lei das Sociedades por Ações (Lei nº 6.404/1976) e pelo seu Estatuto Social, onde estão descritas as atribuições da Diretoria. A Prefeitura é detentora de 50,72 % das ações as demais 49,28 % são distribuídas entre outros acionistas privados.

A empresa começa a sua história como Morada do Sol no início de 1920, quando a Prefeitura constrói o Hotel Municipal e dota Araraquara com um equipamento de turismo, tornando o município polo comercial e de serviços, uma referência para toda a região do Interior Paulista. Em 1964, já com a criação das empresas de economia mista regulamentada pelo Governo Federal, o prefeito de Araraquara incorporou o Hotel Municipal e um terreno desapropriado na Av. Brasil, autorizando ali a construção de outro hotel de alto nível, que viria a ser o Hotel Morada do Sol.

Nasceu, então, a Morada do Sol Turismo, Eventos e Participações S/A com esses dois equipamentos. Nesta época, Araraquara já era o destino de muitas pessoas de negócio, pela sua localização central e referência em hospedagem.

VIABILIDADE DO PROJETO DO CEAR

Para o diretor presidente da empresa Manoel de Araújo Sobrinho, essa linha de crescimento que vem sendo observada desde o início das atividades nos equipamentos do Cear reforça a viabilidade do projeto traçado para o complexo e seus equipamentos de multi atividades disponibilizados à população.

“Para se ter uma ideia, em 2004, o faturamento da Morada do Sol era de R$ 82 mil por ano, quando ela só tinha dois hotéis como equipamento para o turismo. Hoje, a empresa e seus equipamentos promovem eventos e lotam todos os hotéis e restaurantes da cidade, oferecendo auditório para 950 pessoas, sala multiuso para 350 pessoas, foyer para 500 pessoas, pavilhão de 12.500 m2, espaço ao ar livre para 8 mil pessoas e Arena da Fonte, com concessão temporária e capacidade para 18 mil pessoas com cobertura, ou 25 mil pessoas em área total para shows no mesmo local.  Isso sem contar estacionamento para 500 veículos”, ressalta Araújo Sobrinho.

Segundo ele, a Morada do Sol S/A busca se equilibrar entre despesas e receitas e cada vez mais reinvestir na sua manutenção, se colocando cada vez mais como uma referência para a região.

“Todos os eventos que realizamos em Araraquara, desde formaturas e congressos, lotam os hotéis e restaurantes da cidade e movimentam salões de beleza e pontos de táxis. Isso reforça a nossa função que é, mesmo sendo uma empresa privada que precisa dar lucro, conseguimos fomentar a economia local trazendo eventos de todas as ordens para a nossa cidade, sem impactar negativamente Conseguimos manter em  Araraquara um equipamento diferenciado, que não se encontra nem em cidades de maior porte”, enfatiza ele.

O presidente da S/A afirma ainda que até 70 atividades econômicas são impactadas pelos eventos realizados no Cear, que chega, a gerar mais de 350 empregos diretos e uma infinidade de empregos indiretos.

E esse projeto vai crescer ainda mais, a longo prazo, quando foram construídos o shopping center e as duas torres de hotel na área onde hoje está a oficina da ALL, conforme acerto feito com a Fundação dos Economiários Federais (FUNCEF), que adquiriu a área.

“Temos a capacidade de crescer muito mais com esse projeto de longo prazo que começamos em 2004. São pelo menos mais 10 anos de investimentos em novos equipamentos no complexo do Cear”, finaliza Manoel Araújo Sobrinho.

Em breve, a Morada do Sol S/A vai realizar um chamamento público n para escolha da rádio que será a parceira do Aniversário da Cidade e da Facira 2018. No ano passado, mais de 200 mil pessoas estiveram nesses dois eventos.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis