NOTÍCIAS

Voltar

Na nova sede do Neja, Edinho destaca importância das oportunidades

14 de setembro de 2017


O prefeito Edinho destacou a importância das oportunidades durante a inauguração da nova sede Núcleo de Educação de Jovens e Adultos “Irmã Edith”, na noite de quarta-feira (13). A solenidade também comemorou os dez anos do Neja em Araraquara.

????????????????????????????????????

O Neja, que oferece ensino fundamental (1º ao 9º ano) na modalidade EJA (Educação e Jovens e Adultos) a pessoas que não frequentaram ou não concluíram o ensino fundamental na idade convencional, agora funciona na Rua Voluntários da Pátria (a Rua 5), nº 2154, antiga sede do Lar Nossa Senhora das Mercês.

“A sociedade só tem o mínimo de igualdade se forem oferecidas oportunidades, como o Neja proporciona a quem não conseguiu estudar na idade convencional. Só vamos corrigir a desigualdade e as injustiças se oferecermos oportunidades”, disse o prefeito.

Edinho ainda lembrou de Maria Edith da Costa, a Irmã Edith, que leva o nome do Neja e não pôde estar na cerimônia por questões de saúde.

“Por mais de 70 anos, esse espaço desenvolveu projeto educacional para meninas em situação de vulnerabilidade, porque funcionava o Lar Nossa Senhora das Mercês. Quis Deus que o Neja ‘Irmã Edith’ fosse instalado na mesma sede onde ela e todas as outras Irmãs Franciscanas tanto trabalharam pela Educação de adolescentes em situação de risco”, relatou.

A secretária da Educação, Clélia Mara dos Santos, lembrou o início do Neja, em janeiro de 2007. “Inaugurávamos uma experiência pioneira. Percebemos que havia uma demanda de jovens e adultos para o ensino fundamental. Mais que um programa, esse é um compromisso de Estado e uma parte integrante das nossas responsabilidades”, declarou.

 

​​Experiências

O vereador Toninho do Mel (PT), representando a Câmara, disse estar muito feliz de participar da solenidade, já que também estudou no Neja, e pediu persistência aos alunos. “Foi uma grande conquista na minha vida. Aqui, você está buscando o seu objetivo.”

Aparecida dos Santos, a Irmã Cida, do Centro de Convivência da Criança e do Adolescente “Nossa Senhora das Mercês”, agradeceu à Prefeitura por dar continuidade ao trabalho social no mesmo local onde a entidade atuou por 72 anos. “Parabéns por valorizar e dar oportunidade aos que não tiveram chance de estudar na idade exata. Quem tem grandes sonhos vence dificuldades.”

A aluna Dirce Siqueira Gimenez, em nome de todos os colegas, elogiou o papel do Neja na sociedade. “Inaugurar um espaço como esse é como plantar uma árvore: primeiro o trabalho, depois colher os frutos. O remédio para a crise chama educação e cidadania. Nunca é tarde para estudar. O EJA é um programa que demonstra que é possível mudar os rumos sociais do País.”

A ex-aluna Eva Maria de Abreu Lopes, que agora faz faculdade de Pedagogia, disse que sua experiência no Neja foi “muito boa”. “Quero dizer aos alunos: não desistam. Sem estudo, a gente não vai a lugar algum. Os professores são excelentes e me ajudaram muito”, relatou.

Ainda estiveram no evento o vereador Paulo Landim (PT), a vereadora Thainara Faria (PT), a diretora do Neja, Maria Gorete Neta, além de outros secretários municipais.

​​

Ampliação

Com a mudança, o Neja passa a contar com cinco salas a mais, além de refeitório, sala de leituras, laboratório de informática e salão de eventos. O Neja atende, ao todo, cerca de 410 alunos e mais 70 alunos do projeto Cursinho Popular.

Em breve, a unidade terá sala própria para o ensino de Libras (Língua Brasileira de Sinais) para alunos da Rede Municipal de Educação. As matrículas para o ano letivo de 2018 serão realizadas no final deste ano.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis