NOTÍCIAS

Voltar

Neste sábado tem Feira e Festa Quilombô no Teatro Wallace

20 de julho de 2017


Araraquara recebe a 1ª edição da Feira e Festa Quilombô neste sábado (22/07), no Teatro Wallace Leal, a partir das 10 horas, com uma extensa programação de atividades, que inclui expositores, mesas de debate, rodas de conversa, workshops, apresentações e intervenções artísticas. A programação seguirá até a noite, com todas atividades gratuitas.

A Feira e Festa Quilombô fazem parte da Semana da Mulher Negra Latino Caribenha e Tereza de Benguela, realizada entre os dias 19 e 28 deste mês, por uma parceria estabelecida entre a Coordenadoria Executiva de Igualdade Racial, Coordenadoria Executiva de Direitos Humanos, ambas ligadas à Secretaria Municipal de Planejamento e Participação Popular, Fundart e Coletivo “Cadê Tereza”. A Semana traz para discussão uma das datas de grande importância na luta das mulheres negras, as quais sofrem com o racismo que as invisibiliza.

 

Artes – A Feira contará com diversos expositores de artesanato e gastronomia, movimentando o teatro Wallace, localizada na região central da cidade. Turbantes afro, bijuterias afro, bonecas negras, brechó, livros, artefatos antigos, camisetas, arte em stencil, arte em porcelana, filtro dos sonhos – são alguns dos expositores confirmados.

Os coletivos Abisogun e Anga, assim como o Café das Pretas, também garantiram presença no evento.

No espaço acontecerá uma intervenção teatral com a Cia 4i dirigida por Matheus Carvalho. com ela professora e bailarina Sabrina Kelly, será ministrado às 15 horas, com participação livre. Depois, às 16 horas, será realizada uma intervenção teatral sobre mulheres negras, com o Coletivo Resistência, da Escola Municipal de Dança Iracema Nogueira.

Após as 18 horas, o evento destaca a música, o graffiti e a dança, com a presença de diversos artistas convidados. Das 18 às 19 horas haverá Rap, DJ, cypher de BGirls e graffiti, com Reginas Crew (breaking), Cah Mila, Kamila Andrade, Mc Carolina Antunes e Mc Aninha (Rap), Nus Passos (graffiti) e EsThela (DJ).

Jenny Zion traz seu Rap diretamente de Campinas às 20 horas, com Fernanda Souza se apresentando na sequência. Jenny Zion é mais uma artista no cenário do rap nacional que usa letras perspicazes para expor suas opiniões sobre a sociedade. Por ter base em outros estilos musicais, Jenny apresenta seu rap com muita melodia e paixão.

A rapper Cris SNJ realiza o show de encerramento às 21 horas. Vale destacar que Cris SNJ já lançou quatro álbuns e foi premiada no Hutúz. Ela traz um repertório composto por músicas do grupo SNJ e músicas autorais – sucessos nas redes sociais, como “Oh Jah!”, “O Bonde” e “De Guerreira”.

A programação cultural se encerra com a apresentação da DJ Vivian, a partir das 22 horas.

 

Roda de conversa e debate – Buscando propostas que contribuam para o reconhecimento das mulheres negras, assim como também que sirvam como oportunidade de reflexão, uma série atividades serão realizadas no encontro.

A mesa que abrirá as discussões é “Políticas Públicas de Igualdade Racial”, às 10 horas. A atividade visa a comunicação com a população, que poderá levantar dúvidas e críticas sobre o tema. Contará com a presença de Maria Fernanda Luiz, Cleuza Sueli da Silva Moises  do Fórum de Mulheres Negras e Raysa Kauwane representante do do Coletivo ‘Cadê Tereza’.

O tema “Empreendendorismo, Saúde, Educação e Lazer da População Afro Brasileira” será abordado a partir das 11 horas, numa roda de conversa e debate sobre demandas do cotidiano, como motivação, referência e inserção dos negros. Participam desta mesa a historiadora Marcia Tania Alves, Natália Roque (Estudante do curso de nutrição), Gabriele Luiza (Estudante do curso de nutrição), Érica Alexandre (Cerimonialista) Natália Rosário (Estudante de Gerontologia).

Ao meio-dia, haverá uma roda de conversa sobre “Autoras Negras”, resgatando algumas referências literárias com o convidado Bruno Rafael Caldeira.

Entre 13 e 14 horas haverá um intervalo para almoço, com a programação retornando às 14 horas. Importante dizer que das 15 às 16 horas haverá um espaço destinado à criançada. O evento contará com uma contação de histórias realizada por Gabi Silvério. Após esse momento, acontecerá a última roda é sobre “A Mulher na Cultura”, abordando as demandas, dificuldades e motivações da iniciação da mulher na Cultura. Desta atividade participam as b-girls Isabela Lima e Viviani Ferreira (breaking) e Luana Fidenis (capoeira).

 

SERVIÇO

1ª edição da Feira e Festa Quilombô

Local: Teatro Wallace Leal Valentin Rodrigues (Av. Espanha, 485 – Centro)

Data: sábado (22 de julho)

Horário: 10 horas

Grátis

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis