NOTÍCIAS

Voltar

Novo Conselho Municipal de Saúde toma posse

30 de março de 2017


O prefeito Edinho deu posse à nova composição do Conselho Municipal de Saúde em solenidade realizada nesta quarta-feira (29), na sala de reuniões da Prefeitura.

 

O conselho é composto por 32 pessoas, sendo que metade é formada por usuários da rede de Saúde do município e a outra metade é de trabalhadores e gestores do setor. As reuniões do conselho são mensais.

 

O atual presidente é Benedito Sérgio Carvalho, mas haverá eleição para um novo presidente logo na primeira reunião do novo conselho.

 

As funções do grupo são elaborar estratégias e controlar a execução da política de Saúde de Araraquara, inclusive nos seus aspectos econômicos e financeiros. Os integrantes têm mandato de dois anos e não são remunerados.

 

“A imensa maioria da sociedade não tem a dimensão da relevância do conselho. É aqui que os novos programas são aprovados ou não e que o orçamento é aprovado antes de ser enviado à Câmara”, afirmou Edinho.

 

A secretária de Saúde, Eliana Honain, lembrou que a participação da comunidade é uma das diretrizes do SUS (Sistema Único de Saúde) desde sua criação, em 1988.

 

“O conselho tem papel deliberativo, fiscalizatório, de dar os caminhos para a construção do SUS. Ser conselheiro é de extrema responsabilidade. Em conjunto, estaremos construindo a Saúde de Araraquara e fortalecendo o SUS”, declarou.

 

O presidente do conselho deu boas-vindas aos novos integrantes. “É uma grande responsabilidade ser conselheiro. A Saúde precisa do empenho de cada um de vocês”, afirmou Benedito.

 

Representando a Câmara, o vereador Gerson da Farmácia (PMDB), que é presidente da Comissão de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social da Casa, disse estar honrado em participar da posse do conselho e enalteceu a reposição de medicamentos e fitas medidoras de glicose na rede municipal.

 

Ações e desafios

 

O prefeito ainda elencou as principais ações na Saúde neste início de mandato e os maiores desafios a serem enfrentados.

 

“Estamos terminando uma força-tarefa imensa na Saúde, que foi reabastecer a rede básica e as UPAs de medicamentos. Foi nosso principal desafio e conseguimos. Garantimos que não faltassem médicos nas UPAs, mas ainda temos um problema a ser resolvido no Valle Verde, já que a equipe foi montada com horas extras da UPA da Vila Xavier. Estamos fazendo um esforço de montagem da equipe própria”, disse.

 

Edinho ainda ressaltou que quer fortalecer a Gota de Leite. Atualmente, a maternidade recebe R$ 2 milhões mensais da Prefeitura. “Só há um caminho: fortalecer a prestação de serviços e conseguir mais credenciamentos junto ao Ministério da Saúde”, informou. Dessa forma, mais recursos federais seriam enviados à Gota.

 

O combate à febre amarela também foi lembrado por Edinho como um dos grandes desafios. “A doença dizimou 2/3 dos araraquarenses entre o final do século XIX e o começo do século XX. Cerca de 10% da população de Araraquara ainda não se vacinaram. Temos que fazer um esforço para buscar esses 10%.”

 

Também estiveram presentes na posse a secretária de Planejamento e Participação Popular, Juliana Agatte, a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Eloísa Mortatti, diversos coordenadores da Prefeitura e os vereadores Paulo Landim (PT), Thainara Faria (PT), Roger Mendes (PP) e Elias Chediek (PMDB).

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis