NOTÍCIAS

Voltar

“O racismo no Brasil é dissimulado”, diz coordenador de Igualdade Racial

16 de novembro de 2017


O coordenador executivo de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiz Fernando Costa de Andrade, participou do “Canal Direto com a Prefeitura” desta quinta-feira (16) e destacou a programação do Mês Municipal da Consciência Negra, que vai até 1º de dezembro. A lista completa de atrações está no site da Prefeitura (www.araraquara.sp.gov.br).

 

No programa, Luiz Fernando ainda comentou sobre as várias formas de racismo na sociedade e contextualizou as origens do preconceito. Para o coordenador, “o racismo no Brasil é dissimulado”, pois “a gente vê e finge que não vê”.

“As pessoas procuram saber do racismo a partir da escravidão. Sempre deixo uma pergunta para as pessoas que se sentem distantes da necessidade de pensar isso: qual é a responsabilidade de quem levou vantagem com um sistema que funcionou dessa forma?”, perguntou.

O coordenador lembra que, enquanto o discurso colonizador era de “descobrimento” do Brasil, “existia uma população que estava vendo o navio chegar” e foi “invadida”, com casos de homicídios e estupros.

Para ele, o Brasil educa mal nos debates sobre questões de gênero e raciais. “O Mês da Consciência Negra é um mês de conhecimento. A gente não consegue educar bem as crianças. Fala de Zumbi, mas não explica o que foi o Quilombo dos Palmares, que tinha o tamanho e a vida social e política comparada a de um Estado”, afirmou.

Luiz Fernando ainda ressaltou que as unidades da Fundação Casa em todo o Estado são, basicamente, formadas por jovens negros. “Todo mundo que fala em redução da maioridade penal imagina um jovem negro sendo preso.”

 

Feriado

Na segunda-feira (20), feriado da Consciência Negra e dos Orixás, as atividades começam com uma homenagem às famílias negras tradicionais de Araraquara, às 10h, no Palacete das Rosas. Depois, às 11h30, no Sesc, haverá a contação de história “Do Saara às Savanas: As histórias que a África conta e o Brasil reconta”.

No período da tarde, a partir das 14h, ocorre a concentração para a 11ª Marcha da Consciência Negra, que tem como tema “Por que (ainda) Marchamos?”. A saída da marcha está prevista para as 15h, e será em direção ao Sesc Araraquara, onde será realizado o show da banda Bond Black, às 16h.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis