NOTÍCIAS

Voltar

Oficinas, Jam e discotecagem no caldeirão d’As Mina Tudo

14 de dezembro de 2017


O Festival “As Mina Tudo”, neste sábado (16), propõe diversas atividades centradas co Teatro Wallace Leal Valentin Rodrigues e na Casa da Cultura Luiz Antônio Martinez Corrêa. Todas as atividades são gratuitas e as inscrições podem ser feitas na hora: é só chegar e participar!

O sábado (16) traz atividades centradas no Teatro Wallace Leal, a partir das 15 horas, com uma Oficina de Áudio, com Gabi Lima; depois às 17 horas, acontece a Oficina de Composição e Letra, com Fernanda Aimê.

A Oficina de Áudio propõe noções técnicas para músicos, para saber o básico da parte técnica para passagem de som em shows. “É uma proposta para saber o básico da parte técnica para passar som, quando não tem técnico de som junto….  uma atividade rápida para saber o básico de técnica de som, para regular e o som ser profissional. Também falaremos de como lidar com machismo nesse campo”, aponta a cantora Ekena, uma das organizadoras do festival.

Já a Oficina de  Composição e Letra, abordará a formação de arranjos, a criação de música, a formação de letras. “Teremos a Fernanda Aimê no comando dessa atividade. Ela ajudará como encaixar essas coisas todas, pois não é só intuição, há uma técnica para isso”, lembra a cantora Ekena, uma das organizadoras do festival.

Após as oficinas, às 19 horas tem Discotecagem com o Coletivo Eletrø Junǥle, de São Carlos, seguida pela “Jam das Mina” às 20 horas, reunindo convidadas e uma Jam aberta. A noite fecha com o Coletivo Eletrø Junǥle voltando à cena, às 23 horas, com mais Discotecagem.

As meninas do Coletivo Eletrø Junǥle, “nascidas da inquietação, irmãs d’alma e parceiras de vida”, se juntaram com a vontade de movimentar o cenário musical, cultural, criativo, crítico, artístico e poético de São Carlos e demais regiões. “Movimentar a pélvis também”, lembram e, para isso, trazem uma discotecagem abordando o respeito à diversidade, a divulgação de trabalhos eminentes, com ocupação de espaços e co-construção de idéias.

Vale lembrar que o festival se encerra no domingo, com uma grande programação na antiga Estação Ferroviária, no Centro da cidade. Com início às 16 horas, a programação reunirá música, intervenção e expositores da RolêFeira. Vale destacar que RolêFeira vem para somar na valorização da produção feminina e fazer girar a rede de economia solidária e criativa – e olha que bacana: quase 80% dos expositores que integram o Rolê Feira são mulheres.

No domingo, a programação apresenta: intervenção artística Denise Zakaib “Estendendo os Fatos” (16h), “Ânima Solo” Isabela de Lima (16h), Ariel Mançanares (16h30), Carol Naine (17h30), Obinrin Trio + Andressa Brandão (18h5), LaBaq (19h), Ekena (20h) e Ana Cañas (21h).

A programação completa pode ser acompanhada pelo site da Prefeitura de Araraquara.

SERVIÇO:

“As Mina Tudo” – oficinas e discotecagem

Data: sábado (16 de dezembro)

Local: Teatro Wallace Leal (Av. Espanha, 485 – Centro)

  • Programação:

15h – Oficina de Audio com Gabi Lima

17h – Oficina de Composição e Letra com Fernanda Aimê

19h – Discotecagem com o Coletivo Eletrø Junǥle

20h – “Jam das Mina” Convidadas + Jam aberta

23h – Discotecagem com o Coletivo Eletrø Junǥle

– Eventos gratuitos

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis