NOTÍCIAS

Voltar

Pacientes passam a contar com Raio-X na UPA Valle Verde

18 de fevereiro de 2017


Logo no primeiro dia em que passou a funcionar, entre a quinta-feira (16) e a tarde desta sexta-feira (17), o aparelho de raio-x digital da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Valle Verde realizou sete exames de tórax, quadril, membros inferiores e membros superiores.

 

O equipamento está à disposição dos pacientes após a CPFL Paulista, concessionária de energia elétrica, trocar o transformador que abastece a unidade. O anterior não tinha capacidade energética para suportar o aparelho de raio-x ligado.

Nos primeiros dias de governo, em janeiro, o prefeito Edinho teve ciência da situação e, desde então, cobrou rapidez da CPFL na realização do serviço.

 

Segundo a secretária de Saúde, Eliana Honain, a Prefeitura teve que pagar R$ 90 mil de aluguel do equipamento sem poder usar. Além disso, a troca do transformador ainda custou R$ 18 mil. “Mais um problema da saúde que herdamos e resolvemos. É uma conquista da população do Selmi Dei e do Valle Verde”, afirma Eliana.

Sem o aparelho principal, os atendimentos de raio-x estavam restritos a um aparelho portátil, de acordo com enfermeiras da unidade. Só era possível examinar extremidades do corpo, como pés, punhos e mãos.

Atendimento

A UPA do Valle Verde atende diariamente, em média, 170 pessoas, principalmente dos novos conjuntos habitacionais da região norte de Araraquara.

A equipe formada por médicos, enfermeiros, agentes administrativos e operacionais trabalha 24 horas por dia em completa sintonia com a população. A unidade conta com três leitos para urgência e cinco leitos para estabilização.

A auxiliar de limpeza Alessandra de Nascimento Maciel, de 32 anos, do bairro Anunciata Palmira Barbieri, havia levado o filho Miguel, de 1 ano e 11 meses, para consulta e voltou nesta sexta-feira. Mas, desta vez, para ela mesma ser avaliada. “O atendimento é sem demora e tranquilo”, contou.

Para alegria da estudante Natália Rafaela Ramos, 17, sua suspeita de dengue não foi confirmada. “Fiz os exames na segunda-feira e na terça-feira, mas estou bem. Agora, vim acompanhar a consulta da minha mãe”, relatou, otimista, a moradora do setor 4 do Selmi Dei.

“Tudo aqui é uma maravilha”, resumiu a dona de casa Eli Aparecida de Aquino, 72, que mora no próprio Valle Verde. Ela voltou à UPA pela terceira vez por conta do diabetes e de dores nas pernas. Outro elogio partiu da acompanhante de dona Eli, a prima Elisabeth Aparecida da Silva, 64, do Jardim do Valle. “Fui bem recebida, medicada e sem espera”, disse.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis