NOTÍCIAS

Voltar

Palavras e frases impulsionam trabalhos no CE Fundecitrus

26 de setembro de 2017


As palavras, frases e textos têm força nos trabalhos realizados pelos alunos do Centro de Educação Fundecitrus, localizado na Vila Melhado.  Incentivados à leitura e à escrita, o aluno vem demonstrando seu interesse pelas palavras na execução de trabalhos que podem ser apreciados por toda a comunidade. A ideia é trazer mensagens positivas na celebração dos 200 anos de Araraquara.

Um dos trabalhos, movido a criatividade, é “A Pegada do Poema” que pode ser conferido na Praça Padre Roberto Landell de Moura. Os alunos da turma Azul B (período vespertino), na oficina de Artes Visuais da professora Maria Carla Pereira, “carimbaram” no chão da praça: frases, palavras e desenhos com mensagens positivas.

Através de desenhos, palavras, frases os alunos, com idade entre 10 e 13 anos “carimbaram” suas criações no chão da praça, num trabalho que pode ser lido seguindo o sentido da marcação existente para caminhadas.

Outro trabalho foi o “Varal de Leitura Itinerante” que ficou exposto na Biblioteca Municipal Mario de Andrade na primeira quinzena de setembro. A exposição reuniu textos produzidos pelos alunos na Oficina de Leitura, ministrada pela professora Regina de Oliveira, em homenagem aos 200 anos de Araraquara e aos 20 anos do CE Fundecitrus. Participaram todos os alunos do CE com idade entre 6 e 14 anos.

Vale lembrar que no dia 18 de novembro, às 9 horas, na Biblioteca Municipal, será lançada a sétima edição do livro que reúne textos de todas as turmas da Oficina de Leitura, dos dois períodos. A professora coordenadora do CE Fundecitrus, Rosângela Gonçalves, conta que os alunos adoraram ver seus trabalhos expostos na biblioteca e aguardam ansiosos pelo lançamento do livro. “A ideia agora é levar o nosso ‘Varal de Leitura’ para as escolas localizadas nas proximidades do CE Fundecitrus”, revela.

Ainda, no projeto “Arte na Praça”, os alunos realizaram leitura de poesias na Praça da Bíblia, na Vila Melhado. As crianças leram poesias do escritor araraquarense Vicente Junião para os idosos da Casa de Repouso Cantinho do Idoso, para os idosos que se reúnem para jogar baralho e também para quem transitava pela praça. A poesia “Araraquara – de 1817 à eternidade”, aborda os vários espaços e personalidades araraquarenses de forma saudosa e poética. Arte na Praça contou com os alunos da turma Amarelo B, constituída por alunos de idade entre 9 e 10 anos, sob coordenação da professora Maria Aparecida Benini.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis