NOTÍCIAS

Voltar

Parceria entre Prefeitura e Fundação Casa leva debate sobre direitos humanos a adolescentes

11 de maio de 2018


Uma parceria entre a Prefeitura e a Fundação Casa levará debates sobre direitos humanos e diversidade aos adolescentes que estão cumprindo penas socioeducativas na unidade de Araraquara. A previsão é de que 45 adolescentes e jovens participem do projeto, semanalmente, divididos em três turmas.

Uma reunião entre coordenadores e assessores da Secretaria de Planejamento e Participação Popular com os responsáveis pela Fundação Casa foi realizada nesta sexta-feira (11), na sede da unidade, para a definição de detalhes do projeto, que se chama “Casa da Cidadania e das Diversidades”.

“O objetivo é discutir as políticas de direitos humanos buscando a conscientização desses jovens de forma que se sintam parte dessa sociedade que os exclui. Acreditamos no poder transformador da educação em Direitos Humanos”, explica a coordenadora de Direitos Humanos, Maria Fernanda Luiz.

Serão abordados temas como o preconceito contra negros, população LGBT e pessoas com deficiência, violência contra a mulher, entre outros. Os responsáveis por cada coordenadoria da Prefeitura, acompanhados por funcionários da Fundação Casa, irão mediar as conversas.

O coordenador de Políticas para a Igualdade Racial, Luiz Fernando Costa de Andrade, afirma que a iniciativa surgiu de outro projeto já realizado no ano passado, na própria Fundação Casa. Na oportunidade, os temas relacionados à igualdade racial foram apresentados aos jovens no “Quesito Cor”. “A gente abordou a questão racial e percebeu que seria legal ampliar para outros temas”, relata.

Segundo o diretor da Fundação Casa de Araraquara, Rodrigo Morganti, a parceria da instituição com a Prefeitura é essencial. “A gente fica feliz que essa administração se preocupe com essas questões. É um passo importante para conscientizar servidores e adolescentes sobre a diversidade, as diferenças e o combate à violência em todos os aspectos”, avalia.

Para a secretária de Planejamento e Participação Popular, Juliana Agatte, a Prefeitura entende que esses temas são importantes para serem abordados e auxiliam no processo educacional dos adolescentes. “A gente quer agregar isso na vida deles, no conhecimento. Vamos apresentar essas políticas que são desenvolvidas no município”, afirma Juliana.

Além de Luiz Fernando e Maria Fernanda, ainda estiveram na reunião a coordenadora de Políticas para as Mulheres, Amanda Vizoná, a assessora de Políticas para a Pessoa com Deficiência, Elisa Santos, e o assessor de Políticas para a Juventude, Guilherme Floriano.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis