NOTÍCIAS

Voltar

Plano de Saúde dos Servidores amplia benefícios

12 de outubro de 2017


Em reunião com os servidores municipais que compõem o Comitê de Gestão Democrática, na terça-feira (10), o prefeito Edinho assinou o decreto que estabelece critérios para a adesão ao novo plano de saúde dos servidores ativos, inativos e seus dependentes. O documento será publicado nos atos oficiais desta quinta (12).

Segundo o decreto, construído junto com os próprios servidores no Comitê de Gestão Democrática, todos os trabalhadores com salário de até R$ 1,3 mil que aderirem ao plano terão 100% do custo pago pela Prefeitura.

De R$ 1,3 mil a 1,5 mil , a Prefeitura, de acordo com a idade, já que o servidor com mais idade tem o custo do plano mais elevado, subsidiará até 70% das mensalidades. Para os salários de R$ 1,5 mil até 1,7 mil reais, de acordo com a idade, o Executivo cobrirá até 60% das mensalidades.

O subsídio diminui conforme os salários aumentam, mas sempre respeitando as idades mais elevadas, já que sobre elas pesam o maior custo do plano de saúde.  No total, 2.237 servidores com idade acima de 49 anos terão subsídios maiores por parte da Prefeitura. “Isso é uma questão de justiça, já que o planos de saúde oneram mais os usuários de mais idade”, afirmou Donizete Simioni, secretário de Gestão e Finanças.

O Comitê de Gestão Democrática reivindicou e o prefeito Edinho atendeu que os salários considerados para o cálculo excluíssem horas-extras, mas inclui as gratificações e incorporações dos servidores.

Pela proposta da Prefeitura, o servidor irá pagar coparticipação apenas a partir da 5ª consulta anual, do 5º exame de baixa complexidade e do 5º exame de alta complexidade. Pelo plano atual, o trabalhador paga a coparticipação já na primeira consulta e no primeiro exame. Também são garantidos 30 dias de internação psiquiátrica ou por dependência química sem custos.

De acordo com a Secretaria de Gestão e Finanças, o edital com todos os requisitos necessários para a participação das empresas será publicado nos próximos dias. A previsão é de que o recebimento das propostas ocorra até o final do mês, com o resultado da licitação sendo divulgado em novembro.

“O prefeito Edinho cumpre a promessa de campanha de voltar com o plano de saúde que dá direito a consultas e exames, o que traz um ganho substancial para a categoria. No novo plano, o servidor irá economizar de 10% a 20% do salário”, diz o secretário.

“Todos sabem a situação que pegamos a prefeitura, as dívidas somam 50% do valor do orçamento anual. O retorno do plano de saúde do servidor é um esforço imenso que estamos fazendo. O servidor foi muito injustiçado com o fim do plano de saúde, principalmente os que ganham menos. Esses comprometem boa parte dos seus ganhos para manter plano de saúde, especialmente os que fazem tratamento médico. Estou feliz por termos conseguido mais esse avanço para os nossos servidores municipais”, afirmou o prefeito Edinho.

O subsídio anual da prefeitura para o retorno do Plano de Saúde do Servidor será de aproximadamente R$ 5 milhões ano.

 

Diálogo frequente

Na reunião com os servidores, também foram apresentados esclarecimentos sobre a atualização da PGV (Planta Genérica de Valores) e sobre as melhorias no PCCV (Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos).

“Vamos manter o diálogo frequente com os servidores e buscar as melhorias necessárias nas condições de trabalho e por consequência de melhoria do atendimento da nossa população”, garante o prefeito Edinho.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis