NOTÍCIAS

Voltar

Plano Municipal de Economia Criativa e Solidária é sancionado por Edinho

7 de dezembro de 2017


As 19 diretrizes do Plano Municipal de Economia Criativa e Solidária foram sancionadas pelo prefeito Edinho e publicadas nos atos oficiais do Município. As propostas, válidas até 2021, são resultado da I Conferência Municipal de Economia Criativa e Solidária e passaram por votação na Câmara.

 A execução do Plano Municipal será feita de forma gradativa, contínua e transversal, sob a articulação da Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico.

 “A Economia Solidária tem que ser prioridade no orçamento municipal e preparar todas as outras políticas públicas. Ela não é só instrumento para combater o desemprego, mas sim um modelo de desenvolvimento. Por isso, nosso Plano Municipal, aprovado pela Câmara, é tão importante”, afirma Edinho, que é vice-presidente de Economia Solidária da FNP (Frente Nacional de Prefeitos).

 Entre as propostas aprovadas, estão um mapeamento dos empreendimentos, formais e informais, de ​Economia ​Solidária no município; a criação da Lei e do Conselho Municipal de Economia Criativa e Solidária; e a criação do Fundo Municipal de Economia Criativa e Solidária como fonte de recurso permanente para o financiamento dos projetos e programas de incentivo e crédito.

 Também foram sugeridos a implementação de uma incubadora pública municipal de ​Economia ​Solidária; a realização de um concurso público para contratação de servidores para atuação no fomento d​o setor; a instituição de programa municipal de artesanato e arte popular; e a promoção anual da Semana da Economia Solidária que coincida com o Dia Nacional da Economia Solidária, em 15 de dezembro.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis