NOTÍCIAS

Voltar

Prefeito e servidores se reúnem para tratar da finalização do PCCV

4 de maio de 2018


O prefeito Edinho se reuniu com os integrantes do Comitê de Gestão Democrática, formado por servidores municipais de todas as secretarias, fundações e autarquias, nesta quinta-feira (3), para apresentação do novo PCCV (Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos) e de outros assuntos de interesse dos servidores.

O advogado Ernesto Esteves explicou as principais melhorias que serão incluídas no PCCV. Por exemplo, o novo piso salarial da Prefeitura passa a ser de R$ 1.268,87, o que irá beneficiar as carreiras com menores salários. “O aumento do piso salarial dessas carreiras com menores salários é uma reivindicação dos servidores”, afirma o secretário de Gestão e Finanças, Donizete Simioni.

Entre os outros pontos apresentados, estão a regulamentação das licenças e a inclusão de um capítulo sobre remoção funcional no PCCV, o que não existe no atual documento. Além do PCCV da Prefeitura, também foram apresentados detalhes do PCCV do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos) e o plano de carreiras específico da Secretaria da Educação.

A Prefeitura irá apresentar a proposta de documento final do PCCV na próxima reunião do comitê, em 24 de maio. “Esse espaço está sendo cada vez mais valorizado, com os servidores sendo ouvidos e participando das decisões que são importantes”, afirma o prefeito Edinho.
Outras demandas
A reunião do Comitê de Gestão Democrática também criou uma comissão de servidores para que sejam definidas propostas de redução de horas extras no Executivo, atendendo determinação do Ministério Público por meio de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta).

Além disso, o prefeito Edinho ainda comunicou aos servidores que foi dado o ‘sinal verde’ para que a Prefeitura assine o contrato com a São Francisco Saúde, empresa que venceu a licitação para operacionalização dos planos de saúde custeados pelo Executivo (no caso dos menores salários, integralmente). Uma das empresas que participou da licitação entrou com mandado de segurança na Justiça, mas, após o departamento jurídico da Prefeitura apresentar sua defesa, o pedido foi julgado improcedente.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis