NOTÍCIAS

Voltar

Prefeito Edinho apresenta documentos e esclarece falsa polêmica sobre dívidas da Prefeitura

16 de abril de 2018


O prefeito Edinho utilizou sua página no Facebook, nesta segunda-feira (16), para rebater falsa polêmica criada na cidade em relação às dívidas herdadas pela atual administração e apresentar, com documentos oficiais em mãos, as informações corretas à população. Os dados estarão no site da Prefeitura (www.araraquara.sp.gov.br) a partir desta terça-feira (17).

Clique no link abaixo para visualizar os documentos oficiais:

Documentos oficiais 

Como foi mostrado por Edinho, o total de dívidas da Prefeitura é de R$ 427.477.049. Isso representa mais da metade dos valores arrecadados pelo Executivo em impostos, taxas e repasses governamentais ao longo do ano.

 Por exemplo, os valores inscritos de restos a pagar a fornecedores (entre 2012 e 2016) são de R$ 87,5 milhões. A dívida consolidada é de R$ 38 milhões, o que inclui R$ 17,5 milhões de INSS atrasado de 2012, e R$ 693 mil em precatórios que não foram pagos em 2012 e 2013 — o que causou, em 2015, ação da Justiça, decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, obrigando a Prefeitura a destinar 1% de sua receita líquida (ou seja, quase R$ 700 mil por mês), para abater o débito com precatórios.

 Entre 2010 e 2016, outros R$ 180 milhões de INSS patronal (a parte de responsabilidade do empregador) não foram recolhidos pela Prefeitura. O que gerou multas, entre elas, mais R$ 69 milhões. Entre outros números, também chama atenção o prejuízo causado com o fechamento da CTA (Companhia Tróleibus Araraquara): R$ 22,4 milhões.

 “Houve uma tentativa de se criar um debate sobre as dívidas. Um debate que nem deveria existir. Contra fatos, não há argumentos. Dívida é matemática, é número, é soma de débitos. Como tentou-se criar um debate, vou mostrar todos os documentos que comprovam o atual endividamento da Prefeitura”, afirmou o prefeito.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis