NOTÍCIAS

Voltar

Prefeito ouve demandas dos moradores da região norte da cidade

16 de janeiro de 2017


O prefeito Edinho determinou aos secretários um plano de trabalho para dar conta das principais demandas colocadas pela população dos novos bairros da região norte da cidade. No último sábado, dia 14, o prefeito se reuniu com mais de 150 moradores no estacionamento ao lado da UPA Valle Verde e ouviu, por mais de duas horas, relatos sobre dificuldades na área da saúde, transporte público, abastecimento de água, iluminação, segurança, telefonia, dentre outros.

Acompanhado do vice-prefeito, Damiano Neto, da deputada estadual Márcia Lia (PT), de secretários e membros do Governo e também dos vereadores da bancada do PT Edio Lopes, Thainara Faria, Toninho do Mel e Paulo Landim, o prefeito pediu o apoio de todos na busca de soluções para os problemas.

“Quero ouvir de vocês o que e prioridade para melhorar a vida de vocês, dentro do orçamento que temos na Prefeitura. Mas eu não quero decidir o que é prioridade para 2018, quero que o povo de Araraquara diga o que é prioridade”, disse o prefeito Edinho, que explicou ainda sobre o Orçamento Participativo, projeto que será retomado permitindo a participação da população nas decisões do Executivo.

A presidente da Associação de moradores do Jardim Roberto Selmi Dei, Aline Soares, disse ao prefeito que é difícil priorizar o que a região precisa, já que estão carentes de políticas públicas e de serviços essenciais. “Precisamos ver vagas em creche, tem muita criança fora da escola, água nem se fala, iluminação também, transporte e ônibus escolar não chega. Vai ser muito difícil, por que aqui a gente precisa de tudo”, elencou a presidente, assim como muitos moradores que relataram falta de iluminação, deficiência na segurança pública, falta de projetos nas áreas de esportes e cultura para as crianças e adolescente, falta de unidade básica de saúde, entre outros problemas.

Coletivo de jovens
A jovem Maria Laisa pediu um espaço para a formação de um coletivo que auxilie com palestras de conscientização, além de oficinas culturais e escolinhas de esporte e apoio para a educação. “O que as crianças veem nas ruas, como tráfico, drogas, é o que vão pensar que devem seguir. Precisamos de palestras nas escolas, oficinas culturais, para dar um rumo para a vida das pessoas”, acrescentou Laisa.

“Daqui a pouco a gente vai começar a informar vocês das reuniões do OP, vamos ouvir vocês. Peço que todos participem para garantir investimentos para superação dos problemas estruturais da região”, pediu Edinho. Para o prefeito, “as carências são muitas, mas a vontade de trabalhar também é”.

Habitação
Muitos moradores da região pediram o apoio do prefeito em relação às moradias. Segundo eles, pessoas que precisam não foram contempladas e existem casos de situação irregular nas moradias entregues. O prefeito pediu que seja feito um recadastramento das famílias.

Na próxima semana, do dia 16 ao dia 20 de janeiro, a coordenadoria de Participação Popular fará um mutirão para auxiliar as famílias. “Será um mutirão da Habitação, vamos prestar informações para os moradores sobre todos os serviços e também em relação aos contratos das casas que já foram entregues”, disse coordenador, Alcindo Sabino.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis