NOTÍCIAS

Voltar

Prefeitura anuncia parceria para ampliação de projeto social realizado no CR Feminino

7 de março de 2017


Dando início à programação do Mês da Mulher, o prefeito Edinho Silva participará nesta quarta-feira (8), às 9h, de um café na manhã do Centro de Ressocialização (CR) Feminino. Na pauta do encontro com as reeducandas está o anúncio da ampliação do projeto de reinserção social e produtiva desenvolvido pelo CR em parceria com a Prefeitura. A partir deste ano, até 70 mulheres poderão ser beneficiadas. O projeto é uma parceria com a Secretaria Estadual da Administração Penitenciária (SAP), por meio do Centro de Ressocialização Feminino de Araraquara e FUNAP (Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel).

 

Atualmente, 20 reeducandas são atendidas pelo projeto, coordenado pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, cujo objetivo é promover inclusão e proporcionar renda, juntamente com capacitação profissional para mulheres na finalização do cumprimento da pena, para que elas tenham oportunidade de voltar ao mercado de trabalho.

 

As reeducandas contempladas passam por curso de formação e recebem uma bolsa-auxílio da Prefeitura para exercerem atividades como limpeza, conservação e manutenção em próprios municipais.

 

De acordo com Juliana Agatte, secretária Municipal de Planejamento e Participação Popular, o projeto tem enfoque social e busca ampliar as oportunidades para as reeducandas, além de fortalecê-las e valoriza-las diante da sociedade, da família e de si mesma. “Ao promover a reinserção na sociedade por meio de formação e acesso à renda, o projeto possibilita ainda que essas mulheres vislumbrem um futuro melhor, visando consequentemente a diminuição da reincidência criminal, que já é baixa, porque este projeto e exitoso”, diz.

 

De acordo com a secretária de Desenvolvimento e Assistência Social, Maria Eloisa Velosa Mortatti, desde 2006, também no governo Edinho, as mulheres reeducandas integram a Pasta. “Elas têm a oportunidade de ressocialização através de diversas ações como atendimento ao público, auxílio nas funções administrativas em diversos equipamentos públicos”. Para ela, o projeto significa oportunidade e a reintegração social. “Será incluído no programa a capacitação profissional por intermédio de cursos para proporcionar a inclusão ao mundo do trabalho”, explicou Eloísa.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis