NOTÍCIAS

Voltar

Prefeitura garante plano de saúde com subsídio integral para menores salários

19 de maio de 2017


Segundo o titular da Pasta, o retorno do plano é um pedido recorrente dos servidores nas mais variadas unidades de serviços públicos municipais. O objetivo do governo é garantir a retomada do modelo anterior com quatro consultas e subsídios que variavam de acordo com o salário, podendo chegar ao custeio integral por parte da Prefeitura. “Hoje, muitos funcionários gastam mais de 60% ou 70% da renda pagando plano de saúde. Isso, às vezes, significa mais de R$ 600,00, o que pesa muito no orçamento familiar. A retomada do plano alivia esse custeio”, explicou.

 

Outra garantia do governo é o ticket chegar a R$ 400,00. Uma parte do aumento será dada de forma imediata e a outra em setembro. A administração municipal também confirma a reposição integral da inflação de 4,08% de forma escalonada, sendo 2,08% em setembro e 2,0% em janeiro.

 

“Definimos ainda um espaço permanente de diálogo com o sindicato que representa a categoria e com os próprios servidores para que possamos pautar avanços de forma permanente”, pontuou.

 

Outros itens como a revisão do PCCV (Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos), a implantação e regulamentação de processos periódicos de remoção internos e a revisão do prêmio assiduidade também foram propostas pela administração municipal. Também tem destaque o compromisso da Prefeitura em melhorar, com obras e remodelações, as condições físicas de trabalho dos servidores.

 

“A situação financeira da Prefeitura é grave e as perspectivas econômicas ruins o que afeta muito a arrecadação. Os avanços financeiros, como o Plano de Saúde e o Vale Alimentação, são imensos esforços por parte da administração municipal”. Também estiveram na reunião o chefe de gabinete, Alan Silva; a secretária de Planejamento e Participação Popular, Juliana Agatte; e representantes do setor de Recursos Humanos da Prefeitura.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis