NOTÍCIAS

Voltar

Prefeitura promove capacitação para reeducandos dos CRs

25 de agosto de 2017


Através da parceria firmada entre a Prefeitura e a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária), por meio da Funap (Fundação “Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel”), a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social inicia na terça-feira (29) o curso de panificação voltado para capacitação de reeducandos dos Centros de Ressocialização (CRs).

Por meio da Coordenadoria de Segurança Alimentar (ligada à Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social), o curso tem início com reeducandas do CER Feminino e, na sequência, será oferecido também para reeducandos do CR Masculino.

No primeiro módulo, esse curso de carga horária de 8 horas será ministrado para 75 reeducandas de regime fechado do CR Feminino, em três turmas de 25 alunas cada, de 29 de agosto a 13 de setembro.

Posteriormente, entre 18 e 20 de setembro, a capacitação atenderá a 15 reeducandos do CER Masculino, também de regime fechado.

O curso será ministrado nos próprios CERs pela técnica em nutrição, Maria Inês Picolomini Delphino, e supervisionado pela gerente de Abastecimento e Segurança Alimentar, Paula Fernanda de Oliveira, ambas do Núcleo de Educação Alimentar e Nutricional da Coordenadoria de Segurança Alimentar.

Para a secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Eloisa Mortatti, a capacitação “oferece a oportunidade de melhor inserção dos reeducandos na sociedade com a obtenção de emprego”.

 

Parceria

Na sequência do projeto, as aulas de panificação serão ministradas para 25 reeducandas e 39 reeducandos, todos do regime semiaberto, que trabalham em diversas secretarias municipais, como Educação, Saúde, e Assistência e Desenvolvimento Social.

Essas 64 pessoas atuam em órgãos municipais a partir da parceria da Prefeitura com a SAP, que por meio da Funap garante oportunidades de trabalho e a realização dos cursos.

Segundo Maria Inês Delphino, essa parceria tem como proposta “oferecer de maneira rápida e fácil técnicas de manipulação e boas práticas, além de proporcionar a imediata geração de renda”.

 

2ª etapa

O segundo módulo de capacitação para reeducandos dos CRs de Araraquara oferecerá o curso de auxiliar de cozinha, que possui carga horária de 20 horas e boa demanda no mercado de trabalho.

A diretora do CR Feminino, Jucélia Gonçalves da Silva, também destaca a importância da parceria entre SAP e Prefeitura e dos cursos de capacitação profissional.

“Essa capacitação é de fundamental importância porque possibilita que as reeducandas se qualifiquem. E oferece autonomia para que elas conquistem a independência financeira quando saírem do CR”,  ressalta a diretora.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis