NOTÍCIAS

Voltar

Prefeitura quer anexo de violência doméstica e familiar

14 de fevereiro de 2017


A Prefeitura de Araraquara quer a instalação de um Anexo Especial de Violência Doméstica e Familiar próximo ao Fórum da cidade. Nesta segunda-feira (13), o prefeito Edinho fez esse pedido ao presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), Paulo Dimas Mascaretti, que se colocou à disposição para colaborar.

Também participaram da reunião no Palácio da Justiça, em São Paulo, o juiz João Baptista Galhardo Júnior, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Araraquara; a desembargadora do TJ-SP Sandra Galhardo Esteves; a deputada estadual Márcia Lia (PT); a secretária de Planejamento e Participação Popular, Juliana Agatte; e o secretário de Negócios Jurídicos, Sérgio Médici.

“O presidente do TJ-SP se mostrou muito solícito e disposto a atender nossa solicitação. Com o posicionamento positivo, vamos formalizar a proposta de projeto. Nosso objetivo é melhorar o acolhimento às mulheres vítimas de violência, fazer com que esses processos sejam atendidos com maior rapidez e, também, oferecer suporte psicológico e de assistência social”, afirma Edinho.

Juliana Agatte lembra que a Prefeitura já dialogou com o Fórum sobre o assunto, mas restava apresentar a ideia ao TJ-SP. “Queremos mais agilidade e maior capacidade de resposta para cumprir adequadamente a Lei Maria da Penha”, explica.

Para a deputada Márcia Lia, o novo anexo é fundamental. “Vai mudar o atendimento à mulher vítima de violência e melhorar muito o acolhimento. É uma parceria fundamental para Araraquara”, afirmou.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis