NOTÍCIAS

Voltar

Prefeitura volta a avaliar impactos da paralisação dos caminhoneiros nos serviços públicos

29 de maio de 2018


 

A Prefeitura de Araraquara voltou, nesta terça-feira (29), a avaliar os impactos da mobilização dos caminhoneiros em todo o Brasil na prestação dos serviços públicos. Até esta quarta-feira (30), todos os atendimentos essenciais estarão mantidos.

Durante a reunião, chamada pelo prefeito Edinho com secretários municipais, foi apresentada uma situação de agravamento em alguns serviços.

Uma das áreas que mais gera preocupação é o abastecimento da alimentação escolar, principalmente com relação aos hortifrútis. Já se registra falta de alguns produtos, o que tem levado à improvisação do cardápio de algumas unidades.

Várias unidades da educação também já registram a falta gás de cozinha, o que pode significar a precarização no trabalho de preparo da alimentação das crianças e adolescentes da rede municipal.

A  Maternidade Gota de Leite também já registra falta do gás de cozinha, o que já dificulta o fornecimento de alimentação para os pacientes.

“Temos acompanhado diariamente e bem de perto a situação dos serviços públicos e, claro, à medida que passam os dias, a situação começa a causar uma preocupação ainda maior. O monitoramento é diário e a Prefeitura não está medindo esforços para ampliar o máximo de tempo possível a normalidade na prestação do serviço à população”, disse o prefeito Edinho.

A Prefeitura mantém como estratégia o abastecimento de combustível para áreas prioritárias como saúde, educação e coleta de lixo, além do transporte público.

Nesta terça-feira (29), os ônibus de transporte coletivo do CAT (Consórcio Araraquara de Transportes) receberam diesel e, portanto, a circulação está garantida, com 100% da frota na rua.

O transporte escolar e a distribuição da alimentação escolar nas unidades de ensino da rede municipal também continuam normalmente nesta quarta (os cardápios, conforme já divulgado, serão adaptados onde houver necessidade, devido à falta de algum item).

Na saúde, o transporte de pacientes para procedimentos em outras cidades ou mesmo no município, como para hemodiálise, também está garantido pela Secretaria de Saúde, bem como os atendimentos nas unidades básicas, unidades especializadas e de urgência.

Mesmo com as dificuldades, tanto a Santa Casa como a Maternidade Gota de Leite estão trabalhando normalmente até o momento. Apenas as cirurgias eletivas, não emergenciais, estão suspensas.

O Centralizado Municipal está abastecido de etanol e gasolina, mas trabalha com o racionamento desses combustíveis de acordo com a urgência dos serviços, sendo que a prioridade é atender a Saúde e a Educação. O diesel já está sendo adquirido em postos da cidade, mas só utilizado para serviços essenciais.

Serviços de limpeza pública e coleta de lixo domiciliar, coleta seletiva e coleta de resíduos de saúde estão garantidos, pelo menos, até amanhã. O Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos) está priorizando serviços emergenciais, como manutenção em redes de esgoto e vazamento de água.

A Prefeitura continua monitorando a evolução das mobilizações dos caminhoneiros e o prefeito Edinho volta a convocar secretários para uma avaliação nesta quarta-feira, como tem feito desde a semana passada, para analisar como ficará a situação de prestação de serviços no feriado prolongado de Corpus Christi e na próxima semana.

 

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis