NOTÍCIAS

Voltar

Projeto Backup resgata memória de Araraquara

31 de maio de 2017


Revelar aspectos relevantes da vida cultural, acadêmica e da relação da população com o espaço urbano e com os demais moradores da cidade: este é o principal objetivo do projeto “Backup Araraquara – 200 Anos”, selecionado por meio de edital de projetos de preservação e difusão de memória, com o tema “Araraquara 200 anos: (re) descobrindo nossa cidade”.

Desenvolvido pelo jornalista Luís Augusto Zakaib, o projeto consiste na coleta de fotografias, vídeos, desenhos, textos e outros materiais feitos por moradores de Araraquara, que revelem informações e imagens da história recente – ou não – de Araraquara. “O projeto dará luz a registros que, de outra forma, nunca seriam divulgados, para que a população entenda a forma como vivenciou e a maneira como olhou para a cidade ao longo das últimas décadas”, explica o proponente.

Zakaib conta que o projeto será executado em diversas etapas até 22 de agosto de 2018, coincidindo com a série de eventos que marcam a celebração dos 200 anos de fundação de Araraquara. Para este projeto, o jornalista conta com a ajuda de outro profissional, Roberto Schiavon.

“No período de celebração dos 200 anos de Araraquara, é importante que os moradores façam um balanço de sua relação com a cidade, daquilo que ficou arquivado em suas memórias, assim como é fundamental o resgate de registros que possam estar guardados em gavetas ou caixas, muitos com grande valor histórico, e que serão de auxílio no entendimento da evolução do araraquarense, no que se refere à sua relação com os espaços urbanos e com as pessoas que convivem na cidade”, conta Zakaib.

 

COLABORAÇÃO

Para a coleta do material, o Backup contará com uma participação muito especial: a colaboração dos cidadãos araraquarenses. Os coordenadores do projeto solicitam que as pessoas encaminhem virtualmente imagens em vídeo, fotografias, documentos, textos ou depoimentos pelos canais já instituídos do projeto no Facebook (/BackupAraraquara) e no Youtube (Backup Araraquara) ou pelo email (backupararaquara@gmail.com).

“O olhar sobre a cidade se abre em múltiplas possibilidades, já que poderão ser resgatadas desde imagens de uma audição de violão no Teatro Municipal na década de 1980, quanto um trecho de palestra de um escritor importante na década de 1990. E todos esses personagens, anônimos ou não, poderão dar seus depoimentos, para ajudar a contar a história de Araraquara sob um ponto de vista inédito”, explica Zakaib.

No decorrer de 15 meses, o material prospectado será catalogado, digitalizado e disponibilizado em plataforma digital, e a equipe produzirá também um minidocumentário para registrar todo o processo, o qual será entregue ao final dos trabalhos. Também está previsto um evento público em agosto deste ano, para exposição do material já coletado e gravação de entrevistas, que poderão ser incluídas no documentário. “Esse material nos ajudará a entender nossa trajetória nesses 200 anos, inclusive para que possamos planejar o futuro”, acrescenta Zakaib.

O material já está sendo recolhido e o projeto pode ser acompanhado pelos canais citados, ou pelo blog Backup Araraquara (www.backupararaquara.com), que funciona como plataforma para hospedagem e veiculação de vídeos. O chamamento para que as pessoas divulguem seus vídeos caseiros também se dará por meio da publicação de um jornal bimestral, com tiragem de 2 mil exemplares, ao longo da duração do projeto.

Vale destacar que o Backup tem como referência o documentário “Coletor de Imagens”, de 2003, dos diretores Jurandir Müller e Kiko Gofman, resultado de uma busca por imagens de qualquer espécie (fotografias, vídeos amadores, filmes – entre outros) que representassem a cultura de cidades do interior de São Paulo.

 

 

SERVIÇO:

“Backup Araraquara – 200 Anos”

– Para conhecer mais o projeto: www.backupararaquara.com

– Para envio de material (vídeos, fotos, textos e depoimentos): backupararaquara@gmail.com

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis