NOTÍCIAS

Voltar

Roda de conversa apresenta atividades de diferentes mulheres

30 de junho de 2017


Na tarde desta quinta-feira (29), no C.E. Prefeito Rubens Cruz – Educação Integral, foi realizada a roda de conversa “Mulheres em ação: novos olhares sobre as mulheres no espaço público”, dentro do projeto que aborda questões ligadas à temática de gênero.

A atividade faz parte da Semana “Mulheres sem Estátua” realizada na escola. A coordenadora técnica do C.E., Silvia A. Pelícolla Galli, lembra que “diante de uma cultura ainda marcada pela violência sofrida pelas mulheres, pelas desigualdades de oportunidades, pela supervalorização de estereótipos, e por uma mídia que desqualifica o debate sobre o machismo, vimos a necessidade de trazer para nossas meninas e meninos uma nova perspectiva sobre tais questões tão caras para a construção de novas sensibilidades e novos olhares sobre as relações estabelecidas entre homens e mulheres”.

Aproximadamente 60 alunos, com idade entre 9 e 12 anos (3º, 4º e 5º anos), ouviram e questionaram as cinco convidadas do debate – mulheres com diferentes tipos de trabalho – sobre suas atividades, conquistas e batalhas no mercado de trabalho. Participaram: Rosely do Carmo Gustavo (jogadora de basquete), Laura Galvão (estudante de Filosofia da UFSCar), Tainara Faria (vereadora), Tainá Botelho (advogada) e Vânia Silva (departamento administrativo da Acácia), sendo o debate conduzido pela professora Helga C. Peres.

A professora coordenadora do C.E., Márcia Alves, conta que a semana “Mulheres sem Estátua” tem o objetivo de mostrar para as crianças, os papéis e funções que podem ser exercidas pelas mulheres nas mais diversas instâncias sociais, políticas e culturais. “Através dessa mesa redonda, apresentamos algumas mulheres que vêm fazendo história em Araraquara – seja através da luta por condições igualitárias, seja adentrando espaços tipicamente masculinos, ou seja, através de seu trabalho que contribui em larga medida com a sociedade”, complementou.

A aluna Stephany Martins da Cruz, de 10 anos, do 5º ano do Fundamental II, participou do encontro, que considerou uma motivação a mais para os jovens. “Meu pensamento é me formar na área da Saúde e ser cirurgiã cardíaca. Gosto de curar as pessoas e os animais. Recentemente ajudei a trocar os curativos na perna do meu pai até ele ficar bom”, contou orgulhosa.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis