NOTÍCIAS

Voltar

Rodas de conversa nos CRAS promovem maior entendimento sobre o conceito de racismo

14 de maio de 2018


Uma das atividades da programação “Da abolição ao reconhecimento” – que acontece de 14 a 24 de maio, em referência ao Dia Nacional de Denúncia Contra o Racismo – será realizada em parceria com os CRAS (Centros de Referência de Assistência Social), com a temática “O que significou o 13 de maio de 1888? O que é Racismo?”.

Esta atividade será realizada em forma de rodas de conversa, visando trabalhar a conscientização sobre os temas propostos, a partir das dúvidas que eventualmente as pessoas tenham. Assim, a partir das principais dúvidas e questionamentos da política de promoção da igualdade racial, buscará se promover o maior entendimento sobre o conceito de racismo, o impacto sócio-histórico do fim do regime oficial de escravidão e quais as prerrogativas desta política.

A agenda é a seguinte: dia 14, às 8h30, no CRAS Cruzeiro do Sul; dia 15, às 14h, no CRAS São Rafael; dia 16, às 9h e dia 17, às 14h, no CRAS Yolanda Ópice; dia 18, às 8h15, no CRAS Hortências; dia 21, às 13h30, no CRAS Selmi Dey; dia 22, às 9h, no CRAS Vale do Sol; dia 23, às 8h30, no CRAS Cecap; e dia 23, às 13h45, no Centro da Juventude.

“Diante de tantas ideias e preconceitos disseminados sobre as discussões relacionados ao tema racial e às culturas de matriz africana, afro-brasileira e de base tradicional popular – que representam parte fundamental da construção desse país, de sua cultura e organização social – é enriquecedor dialogar de perto com as pessoas, captando suas impressões. A ideia é promover entendimentos baseados nas discussões que sustentam as políticas de promoção da igualdade racial e combate ao racismo, e de todas as formas de preconceito. Iremos dialogar com os diversos públicos, respeitando suas visões de mundo e seus valores, tendo em vista o direito ao conhecimento ampliado da realidade e o reconhecimento de todos e todas, por todos e todas”, defende coordenador executivo de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiz Fernando Costa de Andrade.

A programação “Da abolição ao reconhecimento” está em sua segunda edição, numa realização da Coordenadoria Executiva de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – vinculada à Secretaria Municipal de Planejamento e Participação Popular. As atividades são gratuitas e abertas a todos interessados. A programação tem o objetivo de provocar reflexões e debates acerca das políticas de promoção da igualdade racial, com a participação da sociedade civil. A ideia é difundir conceitos e práticas e fortalecer iniciativas que visem à promoção da igualdade racial e o combate à discriminação e ao racismo, fazendo valer os dispositivos legais que fundamentam e regulamentam essa política e sua implementação.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis