NOTÍCIAS

Voltar

Saúde organiza força-tarefa com Faculdade de Ciências Médicas de São Paulo

21 de junho de 2017


Previamente agendado para o período de 24 a 31 de janeiro de 2018, na UPA do Valle Verde na região nordeste, o Programa de Expedições Científicas e Assistenciais da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa SP (FCMSCSP) teve reunião de trabalho nessa quarta-feira (21) na Santa Casa de Misericórdia, região central de Araraquara.

O Programa é uma força-tarefa na área da saúde, como os tradicionais mutirões, para dar conta de principais demandas. A força tarefa é realizada por estudantes e profissionais da FCMSCSP.

Entre os serviços do PECA constam cirurgias, visitas domiciliares, distribuição de medicamentos, coletas de exames laboratoriais, ultrassonografias, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, odontologia, psicologia, terapia ocupacional, dermatologia, ginecologia e obstetrícia, neurologia, pediatria, radiologia, urologia, clínica médica e atividades preventivas ao abuso de álcool e drogas e combate à dengue.

Participaram da reunião de trabalho nesta quarta, o diretor e professor Paulo Carrara, o diretor de cirurgia Rodrigo Altenfelder e a coordenadora Carolina Palamin Buonafine, do PECA, os três da FCMSCSP; o diretor Walter Cury, da Santa Casa local, a secretária municipal da Saúde, Eliana Honain e coordenador da Atenção Básica José Carlos Arrojo.

A organização do PECA envolve toda a diretoria da Santa Casa, que teve a iniciativa de viabilizar o projeto, além da FCMSCSP, da Secretaria Municipal da Saúde e do Centro Universitário de Araraquara (Uniara).

“Uma grande conquista para saúde local. O Peca é um programa que já contemplou mais de 10 cidades no estado. Agora, chega em Araraquara e fortalece nosso vínculo com a Santa Casa de São Paulo, que muito contribuiu para a recuperação do nosso hospital há 9 anos”, afirma o médico Valter Curi.

Para o médico de família José Carlos Arrojo, o Valle Verde e os novos bairros estão com aproximadamente 18 mil novos moradores e “o PECA será importante para a rede básica da saúde”.

“O PECA vem diretamente ao encontro das necessidades da rede básica e da especializada e teremos em janeiro uma equipe médica de 250 a 300 profissionais atuando junto à população”, projeta confiante a secretária Eliana Honain.

Paulo Carrara elogiou a estrutura de saúde da cidade e a recepção a sua equipe. “Fomos bem acolhidos, a estrutura é ótima e não tenho dúvidas de que faremos excelentes atividades médicas na cidade”.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis