NOTÍCIAS

Voltar

Segurança Alimentar lança projeto inovador na cidade

23 de março de 2018


A Coordenadoria de Segurança Alimentar, órgão da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, inicia um curso inovador em Araraquara, por meio do Núcleo de Educação Alimentar e Nutricional e algumas parcerias.

 

O projeto “Boas Práticas Integradas” é uma proposta que integra a equipe técnica da Coordenadoria de Segurança Alimentar, as entidades e programas socioassistenciais que recebem alimentos doados pelo Banco Municipal de Alimentos, e estudantes do curso de nutrição da Uniara – Universidade de Araraquara.

 Segundo o coordenador de Segurança Alimentar, Marcelo Mazzeta, o projeto objetiva realizar um diagnóstico das instalações sobre o fluxo e preparo dos alimentos nas 55 entidades e programas sociais do município.

 A partir dos dados coletados, será preparado um treinamento personalizado, de acordo com as necessidades identificadas em cada local, visando melhorar a qualidade da produção e dos próprios alimentos, além de evitar desperdícios.

 Ainda segundo o coordenador, diagnóstico, fluxo e preparo dos alimentos são as fases definidas pelo Núcleo de Educação Alimentar e Nutricional, que serão trabalhadas pelos estudantes nas visitas às instituições da cidade.

 “Queremos colaborar na redução do desperdício de alimentos, com aproveitamento integral, na higiene, manipulação e oferta de receitas fáceis, práticas, saborosas e de baixo custo, com vistas a uma alimentação saudável. E também oferecer melhor qualidade de vida ao público atendido pelas entidades, que inclui todas as faixas etárias”, acrescenta Marcelo.

 Como primeira etapa do trabalho, será ministrado um curso de capacitação aos estudantes de nutrição da Uniara, nesta segunda-feira (26), na Coordenadoria de Segurança Alimentar, com informações técnicas sobre o projeto.

Cronograma

 Em acordo estabelecido com as entidades sociais, a Associação de Atendimento Educacional Especializado (AAEE), o Centro Educacional e Assistencial Oficina das Meninas e as Repúblicas de Idosos Vila Dignidade e Recanto Feliz serão as primeiras a participar do projeto, entre os dias 27 e 29 de março – terça, quarta e quinta-feira da próxima semana.

 Serão necessários dois dias para a realização do diagnóstico e mais um dia para o treinamento sobre as boas práticas de manipulação dos alimentos envolvendo os funcionários que atuam diariamente nas entidades, no preparo e na produção das refeições.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis