NOTÍCIAS

Voltar

Terceiro jogo da Liga Nacional motiva basquete da Fundesport

5 de junho de 2017


O terceiro jogo das finais do NBB Caixa 2016/2017, entre Bauru e Paulistano, levou grande público ao Ginásio de Esportes Castelo Branco, o Gigantão, e motivou os dirigentes da Fundesport e da Associação de Basquetebol de Araraquara (ABA) que colaboraram na organização do evento.

 

Bauru venceu por 90 a 79 e impediu o título do Paulistano, que venceu as duas primeiras partidas, em São Paulo (27/5) e Bauru (2/6). O placar de 2 a 1 reacende as chances de Bauru para o quarto jogo neste sábado (10), às 14h, no Ginásio Vlamir Marques, no Sport Club Corinthians, em São Paulo.

 

Para o presidente da Fundesport, Valcir Bologniesi, a festa proporcionada pela Liga Nacional, no Gigantão, no último domingo, motiva atletas, comissão técnica e apoiadores do basquete. “Um espetáculo que fomenta o nosso basquete. Iremos disputar a Série A1 do Campeonato Paulista e lutar pela vaga à divisão Especial”, opina.

 

De acordo com diretor de esportes da ABA, Eduardo Di Poi, todos os atletas do Projeto “Sonhando Alto”, das categorias de base (Sub-15 e Sub-17) e os adultos do elenco que disputarão a Série A1 acompanharam de perto do duelo entre Bauru e Paulistano.

 

“O Gigantão lotado, em torno de 4500 pessoas, e um evento importante para ampliar a motivação do basquete. Nossa equipe disputará a divisão de acesso à elite do Paulista no período de agosto a dezembro deste ano”, projeta Di Poi.

 

O dirigente Vitor Jacob, do Bauru Basket, agradeceu ao prefeito de Araraquara pela liberação do ginásio. “O Gigantão para nós é “pé quente” e muito obrigado prefeito Edinho Silva”, afirmou o dirigente em mensagem gravada via celular.

 

Atletas da cidade

 

A base da ABA para a série A1conta, no momento, com oito atletas de Araraquara: Nestor Ferreira Neto, de 22 anos, André Tonon, 20, Felipe Cardoso, 22, Rafael Matine, 22, Mateus Paulillo, 24, Leonardo Amaral, 23, e os experientes Júlio César Toledo, 31, e Islan Toledo, 29. Já Rafael Soleira, 23, atuou no Franca e Rio Claro e Eugênio, 23, defendeu Garça e Campo Mourão.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis