NOTÍCIAS

Voltar

Território da Arte chega a sua 14ª edição nos 200 anos de Araraquara

29 de maio de 2017


Nesta quarta-feira (31) Araraquara recebe a 14ª edição do Território da Arte – programa anual da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart que contempla as artes plásticas e visuais, reunindo pinturas, esculturas e instalações, entre outras manifestações artísticas. A abertura do evento será realizada na Casa da Cultura Luís Antonio Martinez Corrêa, às 19 horas, com entrada gratuita.

 

O intuito nesta edição é prover a cidade como suporte para os artistas intervirem, utilizando da temática de comemoração dos 200 anos e descentralizando a possibilidade de toda a população conviver com essa linguagem artística ainda tão elitizada. Assim, o tema proposto é “A cidade como suporte”.

 

A abertura do Território terá início com um bate-papo com a curadora Djaine Damiati, abordando o tema “Arte e a Cidade”, seguida pela abertura das salas Ernesto Lia (artista homenageado) e mecenas Hélio Morganti (com as telas da Escola de Belas Artes).

 

A Sala Ernesto Lia presta uma homenagem ao artista de Araraquara que foi aluno da Escola de Belas Artes e, hoje, está entre os grandes nomes da pintura no Brasil. A homenagem é uma forma de fazer justiça ao talento de Ernesto e se faz necessária para comemoração dos 200 anos da cidade.

 

Já a Sala Hélio Morganti, o “mecenas araraquarense”, homenageia o grande mecenas da cidade, considerado o grande instrumento facilitador para a manutenção da Escola de Belas Artes, além de responsável pelo intercâmbio cultural de diversos artistas para a cidade e também provedor da emancipação artístico cultural da cidade de Araraquara.

 

Tema – Entendendo “suporte” como o termo técnico utilizado pelos artistas plásticos para viabilizarem suas obras (as paredes rochosas, as paredes dos edifícios, a tela, o papel, a madeira, os tecidos – entre outros), o Território apresenta o tema “a cidade como suporte” no intuito de prover a cidade como suporte para os artistas intervirem, utilizando da temática de comemoração dos 200 anos e descentralizando a possibilidade de toda a população conviver com essa linguagem artística ainda elitizada.

 

Um dos projetos do Território da Arte poderá ser conferido na quinta-feira da abertura, a partir das 16 horas, em frente à Casa da Cultura: é o “Tracktana – Audioinstalação Bike”, uma instalação artística interativa que reúne literatura e tecnologia, sendo dirigido a todas as idades. A proposta é oferecer ao transeunte uma obra literária, em áudio, instalado em uma bike adaptada com equipamento de geração de energia elétrica – com um dínamo. O espectador se torna ouvinte e a “bicicleta” um contador de conto literário propiciando um mergulho no mágico literário. O projeto tem a coordenação de Icon Artes e Assis Furtado.

 

“Tracktana – Audioinstalação Bike” ficará disponível, na quinta, até as 19 horas em frente à Casa da Cultura. Depois o projeto seguirá para outros pontos da cidade: Terminal de Integração (06/06, das 17h até as 19h), Plenária do Orçamento Participativo no CER Honorina Comelli Lia, no Jd. Imperador (08/06, das 17h às 19h) e Terminal Rodoviário (14/06, das 17h até 19h).

 

Outro projeto da programação é o “Co-Ti-Dia-No”, uma intervenção digital de arte urbana e tecnologia, proposta por Alex Lima, Natália Rozendo e Eder Santos. Com intenção de dialogar com a cidade em seus 200 anos, em sua arquitetura argumentativa e simbólica, serão projetados personagens da memória coletiva do cotidiano de uma comunidade, em pequenas animações, nas fachadas de casa e prédios de pequeno porte. Assim, a criança brincando na frente de casa, a dona de casa varrendo a calçada, a moça da janela o olhar em movimento… imagens de uma construção bucólica e simbólica para a memória dos apreciadores da intervenção.

 

“Co-Ti-Dia-No” – está na programação de junho, nos dias: 25, das 19h às 22h, na Praça das Bandeiras; 26, das 19h às 20h30, no Palacete das Rosas; 28, das 18h30 às 20h, no MAPA (museu da Rua 5) e no dia 29, das 19h às 20h30, no Museu Ferroviário, durante a Feira Noturna.

 

No total serão seis projetos apresentados, selecionados por meio de edital. A organização do evento em breve divulgará todos os projetos programados, enquanto finaliza o cronograma das atividades.

 

Toda a programação é gratuita. A Casa da Cultura Luís Antonio Martinez Corrêa sesta localizada à Rua São Bento, 909, no Centro de Araraquara.

 

 

SERVIÇO:

Abertura do 14º Território da Arte de Araraquara

Local: Casa da Cultura Luís Antonio Martinez Corrêa

Data: quarta-feira (31)

Horário: 19 horas

 

Programação:

– Bate-papo com a curadora Djaine Damiati

– Abertura das Salas: Ernesto Lia (artista homenageado) e mecenas Hélio Morganti (telas da Escola de Belas Artes)

 

Entrada gratuita

 

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis