NOTÍCIAS

Voltar

‘Todos têm direito a uma segunda chance’, reafirma Edinho a reeducandas

13 de março de 2018


O prefeito Edinho participou da abertura da 3ª Jornada da Cidadania e Empregabilidade do Centro de Ressocialização Feminino, na manhã desta terça-feira (13), e reforçou que a Prefeitura oferece total apoio aos projetos de reinserção social desenvolvidos no local.

 “Todo mundo erra na vida e todos têm direito de recomeçar, de ter uma segunda chance. Por isso, a Prefeitura e o CR têm projetos de reinserção social. Para nós, esse é um gesto muito forte, pois a Prefeitura estende a mão a todas as reeducandas, entendendo que elas podem recomeçar”, afirmou Edinho, que parabenizou a diretora do CR, Jucélia Gonçalves da Silva, pelo trabalho.

 Em sua fala, Jucélia informou que o índice de reincidência das reeducandas é de apenas 4%. “É um trabalho que deu certo, mas a sociedade ainda tem esse preconceito com a pessoa presa”, lembrou a diretora.

Segundo o vereador José Carlos Porsani (PSDB), que representou a Câmara, o trabalho social desenvolvido no CR Feminino é fundamental para o retorno das reeducandas às famílias e ao mercado de trabalho. “Tenho enorme admiração por vocês. Conhecemos o potencial de cada uma. Desejo que tenham muito sucesso”, elogiou o parlamentar.

 A coordenadora de Recursos Humanos da Prefeitura, Flávia Dótoli, destacou o protagonismo das reeducandas. “Essa é a terceira Jornada de Cidadania e Empregabilidade. Uma oportunidade para todas serem protagonistas da própria história. Eu tenho experiência anterior no Centro de Ressocialização Masculino e sou uma defensora da reinserção social de homens e mulheres. Estamos à disposição para colaborar”, enfatizou.

Palestras

Neste primeiro dia de atividades foram expedidas novas cédulas de identidade (RG) com dois postos de identificação do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt. Até sexta-feira (16), a jornada oferecerá oficina de beleza, exames de saúde, orientações sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e palestras motivacionais e educativas.

 Também prestigiaram o ato solene a coordenadora municipal de Direitos Humanos, Maria Fernanda Luiz; o defensor público Frederico Monteiro; o tenente-coronel e comandante do 13º BPM/I, Adalberto José Ferreira; a representante da coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania da SAP, Juliana Catto, e demais convidados.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis