NOTÍCIAS

Voltar

‘Uma cidade justa não pode conviver com pessoas morando na rua’, diz prefeito

13 de julho de 2017


A 1ª Conferência Municipal da População em Situação de Rua de Araraquara foi aberta pelo prefeito Edinho, na manhã desta quinta-feira (13), no Teatro Wallace Leal Valentim Rodrigues, no Centro.

A Conferência, que durou o dia todo, tem objetivo de debater o tema e pensar as políticas públicas, envolvendo entidades, população e órgãos da Prefeitura.

O resultado da Conferência será a base para o Plano Municipal de Políticas Públicas para a População em Situação de Rua, que será organizado em um projeto de lei enviado à Câmara e valerá, como lei, pelos próximos quatro anos.

Edinho afirmou que o programa “Novos Caminhos”, de acolhimento a essas pessoas, é prioritário em seu governo. “O desafio é muito grande, mas nós queremos viver numa cidade em que não tenha uma pessoa em situação de rua sequer”, disse.

O coordenador do “Novos Caminhos”, Rafael Torres Azevedo, desejou que a Conferência fosse “pensada com carinho”. “Temos que ver as pessoas em situação de rua como seres humanos, sem preconceitos. Esse problema é muito complexo”, afirmou.

Representando a Câmara, Roger Mendes (PP) lembrou que a conferência é “muito importante para definir propostas para o Plano Plurianual”.

Ainda participaram da abertura da conferência os vereadores Edio Lopes (PT) e Toninho do Mel (PT), além dos secretários e representantes da Prefeitura. À tarde, a Conferência contou com palestra de Alexandre Padilha, médico sanitarista e ex-ministro da Saúde.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis