NOTÍCIAS

Voltar

Vice-presidência da FNP traz “grande responsabilidade”, afirma Edinho

26 de abril de 2017


Novo vice-presidente da FNP (Frente Nacional de Prefeitos) da área de Economia Solidária, o prefeito Edinho afirma que o cargo traz uma “grande responsabilidade” de trabalhar uma agenda nacional que busque o desenvolvimento sustentável, a justiça e a solidariedade.

Edinho tomou posse na função na tarde desta quarta-feira (26), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. “A economia solidária e criativa é um tema importante e no qual precisamos avançar, trabalhando de forma articulada com todas as demais políticas públicas”, afirma o prefeito.

A bandeira da economia solidária começará a ser levantada em Araraquara, segundo Edinho. “Estamos trabalhando para a criação de um Plano Municipal de Economia Solidária e Criativa e reestruturando o projeto da incubadora de empresas para contemplar a economia solidária e criativa”, relata.

EMDS

Pela manhã, Edinho foi o mediador da sala temática “Faces e Intersetorialidade da Economia Solidária” no IV EMDS (Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável), também realizado no Estádio Mané Garrincha.

Foram três debatedores: o deputado federal Patrus Ananias (PT-MG), o ex-ministro Alexandre Padilha e a especialista Sandra Faé Praxedes, que integra a FNP.

“Debatermos economia solidária é pautar a criação de uma ‘trincheira’ que sinalize para a construção de uma sociedade com novos valores, quando a geração da riqueza tenha o ser humano como centro, principalmente neste momento histórico em que a economia solidária não está sendo priorizada na lógica das políticas públicas e não tem sido tratada com relevância”, avalia Edinho.

“Ter a oportunidade de participar desta mesa em um evento tão importante como esse é gratificante e permite que possamos pensar coletivamente em tudo aquilo que construímos no âmbito das políticas públicas, com ênfase na bandeira da economia solidária”, conclui o prefeito.

A mesa foi encerrada com uma homenagem ao professor Paul Singer. “É um dos intelectuais mais importantes do nosso País, por tudo o que formulou e por ser, certamente, quem mais elaborou sobre a economia solidária. Um momento emocionante e muito significativo para mim e para toda uma geração que se inspirou nos seus escritos”, relatou Edinho.

Nascido na Áustria, em 1932, Paul Singer tornou-se cidadão brasileiro em 1954 e é um renomado economista e professor universitário. Singer se destacou nas pesquisas sobre a economia solidária, que consiste em uma forma de produção, consumo e distribuição de riqueza centrada na valorização do ser humano.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis