Você está aqui: Página Inicial / Governo / Secretarias / Gestão e Finanças / Páginas Gestão e Finanças / Comissão Interna de Prevenção a Acidentes (CIPA)

Comunicação

Comissão Interna de Prevenção a Acidentes (CIPA)

 

Comissão Interna de Prevenção a Acidentes (CIPA)


 

 

1.1 ATRIBUIÇÕES - CIPA

 

ARTIGO 3º Compete a CIPA:

 

- Elaborar Mapa de Riscos com o maior número possível de trabalhadores, com a assessoria do SESMT, CCIH, ou outro órgão qualquer destinado à preservação da saúde do trabalhador e do ambiente de trabalho;

 

- Elaborar plano de trabalho que possibilite a ação preventiva, a promoção de saúde e segurança, elencando medidas prioritárias que serão objeto de negociação para implementação junto à Administração;

 

- Realizar, periodicamente, inspeções nos ambientes de trabalho, analisando as condições dos mesmos, visando a identificação de situações que trazem riscos para a segurança e a saúde do servidor, informando-os dos riscos encontrados, além de notificar o SESMT e a Administração;

 

- Propor, realizar e/ou auxiliar na realização de cursos, treinamentos e medidas de prevenção de acidentes e de proteção à saúde, julgadas necessárias por iniciativa própria ou por sugestões dos trabalhadores, encaminhando-os ao SESMT e aos representantes da Administração;

 

-  Promover pelo menos mensalmente, reuniões dos membros da CIPA para avaliar e planejar o trabalho de prevenção de acidentes e doenças relacionadas com o trabalho;

 

-  Auxiliar a Área Técnica especializada e a Administração na capacitação do conjunto dos funcionários quanto aos riscos relacionados ao trabalho;

 

- Por ocasião da investigação dos acidentes (inclusive os de trajeto) e doenças relacionadas com o trabalho, convocar os trabalhadores para tomada de informações, depoimentos e dados ilustrativos e/ou esclarecedores. As investigações deverão analisar as causas dos acidentes/doenças e indicar medidas corretivas e de prevenção de ocorrências;

 

- Participar da elaboração, tal como contribuir com o desenvolvimento e implementação do Programa de Controle de Saúde Ocupacional (PCMSO) e Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), assim como outros programas relacionados a saúde e segurança do trabalhador;

 

- Contribuir com a realização de estudos epidemiológicos, no diagnóstico dos problemas de saúde e na elaboração de ações de saúde, visando a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores;

 

- Acompanhar as fiscalizações realizadas nos locais de trabalho efetuado por instituições da área de saúde e segurança do trabalho, tendo acesso aos resultados ou laudos periciais;

 

- Fiscalizar e discutir as formas de organização do trabalho, visando garantir a saúde, a segurança dos trabalhadores e a qualidade do meio ambiente;

 

- Requerer ao SESMT ou diretamente á Administração o embargo ou a recusa de ambientes ou processos de trabalho e/ou equipamentos, que apresentem riscos grave e iminente á segurança e saúde dos trabalhadores, nos termos previstos pela Norma Regulamentadora nº. 5, subitem 5.8.16 alínea h da Portaria do Ministério do Trabalho e Emprego nº 3.214 de 08 de junho de 1.978 e suas alterações, observando:

 

- Considera-se risco grave e iminente toda condição ambiental, de trabalho que possa causar acidente ou doença ao profissional, resultando lesão a saúde ou integridade física ou psíquica do trabalhador;

 

- O trabalhador na constatação de risco grave e iminente na execução de seu trabalho, deverá encaminhar denúncia por escrito, através de Requerimento Digital, E-mail, Escrito a próprio punho à CIPA, para que a mesma tome as medidas cabíveis;

 

- Afixar nos quadros de aviso dos órgãos municipais, as atas de reuniões da CIPA, além de todo e qualquer documento ou informações relacionadas ás condições de trabalho e meio ambiente;

 

- Realizar anualmente a SIPAT- SEMANA INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES DO TRABALHADOR na unidade de trabalho, com a participação OBRIGATORIA dos membros da CIPA, observando:

 

-  A SIPAT, em sua programação, deverá difundir o trabalho da CIPA, desenvolvendo um conjunto de atividades de promoção da saúde do trabalhador, abordando temas e riscos, relativos a saúde, ao interesse de todos.

 

-  A SIPAT deverá ser realizada dentro do horário normal de expediente dos trabalhadores.

 

- A CIPA deverá garantir a emissão e requisitar a cópia das (CAT’s) Comunicações de Acidentes de Trabalho, na eminência de ocorrência destes.

 

- Ainda dentro de suas atribuições, a CIPA deverá, junto a Coordenadoria Executiva de Recursos Humanos, acompanhar mensalmente o número de faltas, atestado médicos, licenças, férias, assim como investigar perante os documentos médicos, o motivo real da abstinência no trabalho, e, criar medidas para mudar o contexto se necessárias. Será designado mensalmente um ou mais membros desta comissão para coleta de dados.

 

- Para a implementação dos objetivos e atribuições constantes neste Regimento Interno, a CIPA poderá contar com a assessoria do SESMT e de instituições especializadas na área de saúde do trabalhador, em comum acordo com a Administração.

 

- Participar da implementação e do controle da qualidade das medidas de prevenção necessárias, bem como da avaliação das prioridades de ação nos locais de trabalho.

- Realizar, a cada reunião, avaliação do cumprimento das metas fixadas em seu plano de trabalho e discutir as situações de risco que foram identificadas. Divulgar aos trabalhadores informações relativas à segurança e saúde no trabalho.

 

- Participar, juntamente com o SESMT, em qualquer local e/ou situação, das discussões promovidas pela Administração, para avaliação do impacto nas alterações do ambiente, no processo de trabalho relacionados a segurança e saúde dos trabalhadores.

 

- Divulgar e promover o cumprimento das Normas Regulamentadoras, bem como cláusulas de acordo e convenções coletivas de trabalho, relativas à segurança e saúde no trabalho.

 

- Requisitar à Administração e analisar as informações sobre questões que tenham interferido na segurança e saúde dos trabalhadores.

 

-Participar, anualmente, em conjunto com a Administração, das campanhas sobre DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis), em especial a prevenção de AIDS.

 

 

 

 DOCUMENTOS


 

 

1 Atas 

 

 

CIPA - ATAS 2011

 

ATA DE POSSE DA CIPA 2011

ATA 1° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

ATA 2° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

ATA 3° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

ATA 4° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

ATA 5° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

ATA 6° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

ATA 7° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

ATA 8° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

ATA 9° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

ATA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA  DA CIPA 2011

ATA 11° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

ATA 12° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2011

 

 

 

CIPA - ATAS 2012

 

 

ATA DE POSSE DA CIPA 2012

ATA 1° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2012

ATA 2° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2012

ATA 3° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2012

ATA 4° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2012

ATA 5° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2012

ATA 6° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2012

 

 

 CIPA - ATAS 2013

ATA 1° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013

ATA 2° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013

ATA 3° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013

ATA 4° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013

ATA 5° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013

ATA 6° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013

ATA 7° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013

ATA 8° REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013  
ATA 9º REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013

ATA 10º REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013

ATA 11º REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2013


 

CIPA - ATAS 2014

 

ATA 1ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2014

ATA 2ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2014

ATA 3ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2014

ATA 4ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2014

ATA 5ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2014
ATA 6ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2014
ATA 7ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2014
ATA 8ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2014
ATA 9ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CIPA 2014

 

 

Requerimentos


 

 

 

JUSTIFICATIVAS

DECLARAÇÃO DE COMPARECIMENTO

JUSTIFICATIVA DE FALTA - REUNIÃO DA CIPA

QUESTIONÁRIO - MAPA DE RISCO

REGIMENTO INTERNO - COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES

PORTARIA 23542

 

 

 

 

Membros


 

 

 

PRESIDENTE
Daniel Luiz Ferreira Santos

VICE-PRESIDENTE
Ivo Carpini Martinez

SECRETÁRIA
Gisele Nicacio da Silva

VICE-SECRETÁRIA
Inêz Corrêa


ADRIANA CRISTINA DA CUNHA PEDRO MASCIA

ANA LUCIA LEANDRO ROCCO

ANA MARIA GREGÓRIO MELHADO

ANTONIO CARLOS FIGUEIRA SILVA FILHO

CARINA DANIELE ROBALDELI

CARLOS AUGUSTO SALADO

CARLOS ROBERTO CATOJO SCHIVITARO

CASSIANO RODRIGUES DOS SANTOS

CELIA REGINA GONÇALVES DE SOUZA

DANIELA DIZIANI MARUCCI

DEIVID ANDERSON DA SILVA

DULCINEIA APARECIDA BASSI

EDUARDO DOMINGOS

EMERSON BENTO MACHADO

ESTER AMADEU COSTA

FELIPE LUIZ CAMMAROSANO

FLAVIO ALVES REZENDE

FRANCISCO CARLOS TULIO

JOANA DARC DE OLIVEIRA

JOANITA A.C. BENINCASA

JOAO AGNALDO REDONDO

JOSE AUGUSTO DO AMARAL

LUCAS DE PAULA TRINDADE

MARCIA REGINA VIEIRA PIZA

MARIA IZABEL COMAR ALVES

NELIO RONAI GUEDES VOGADO

PAULO DIMAS CEZAR

PAULO SERGIO SIMOES LOPES

RENATO SITTA

ROSANGELA APARECIDA DIAS DA SILVA

SHEILA ROSANA MENDES

SILVANO DRAGO

SILVIO MARCOS DE OLIVEIRA

SUHELEN C. BEROÍZA

VALDECI ERTI

WALDEMAR ALVES JANUARIO

 

 

 

 

BRIGADA DE INCÊNDIO


 

 

Objetivos

 

Estabelecer as condições mínimas para a composição, formação, implantação, treinamento e reciclagem da brigada de incêndio para atuação em edificações e áreas de risco na Prefeitura do Município de Araraquara, na prevenção e no combate ao princípio de incêndio, abandono de área e primeiros socorros,visando, em caso de sinistro, proteger a vida e o patrimônio,reduzir os danos ao meio ambiente, até a chegada do socorro especializado, momento em que poderá atuar no apoio.

 

INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 17/2011

 

 

 

 

Fale Conosco


 

 

PRESIDENTE: JOSÉ AUGUSTO DO AMARAL

TELEFONE: (16) 3322-5962

 

VICE-PRESIDENTE: IVO CARPINI  

TELEFONE: (16) 3333-2720

 

SECRETÁRIA: GISELE NICACIO DA SILVA

TELEFONE: 156

 

VICE-SECRETÁRIA: INÊZ CORRÊA

TELEFONE: (16) 3322-2611

E-mail: cipa@araraquara.sp.gov.br