Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Abril / 23 / Introdução aos Direitos Humanos é tema de segunda formação para servidores

Jurídico

Introdução aos Direitos Humanos é tema de segunda formação para servidores

Formação fortalece o combate à violência e violação dos direitos humanos e amplia o atendimento em todas as suas particularidades
foto03 Formação em Direitos Humanos aos servidores municipais 22abr19 Tetê Viviani.jpg

 


A formação em Direitos Humanos para os servidores municipais, que atuam nos Territórios em Rede, da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, prosseguirá na próxima segunda-feira (29), às 13h30, no auditório Edna Nogueira, da Biblioteca Municipal Mário de Andrade, com o tema “Introdução aos Direitos Humanos”.

O palestrante deste segundo encontro será Ernesto Esteves Gomes Neto, que atua na administração jurídica da FunGota. Durante o primeiro encontro, realizado no último dia 22, o secretário municipal de Justiça e Cidadania, Vinicius Manaia Nunes, a secretária de Planejamento e Participação Popular, Maria José Scárdua, e a gestora do Território em Rede, Celina Garrido, expuseram aos servidores a importância da formação para o acolhimento, atendimento e encaminhamento das pessoas que se encontram nas áreas mais vulneráveis do Município.

De acordo com a coordenadora executiva de Justiça e Cidadania, Marina Ribeiro da Silva, a formação fortalece o combate à violência e violação dos direitos humanos e amplia o atendimento em todas as suas particularidades.

Os próximos encontros abordarão o papel do Município no combate à violação de Direitos Humanos, além das questões da criança e do adolescente, juventude, violência contra a mulher, pessoa com deficiência, relações étnico-raciais, políticas LGBT e idosos, entre outros temas relacionados.

Vale reforçar que a formação tem como foco inicial os servidores atuantes nos territórios prioritários inseridos no programa Territórios em Rede, que visa fortalecer a rede intersetorial de proteção social em seis regiões caracterizadas por seus índices de vulnerabilidade social: Cruzeiro do Sul, Jardim São Rafael, Cecap (incluindo o Residencial dos Oitis), Jardim das Hortênsias, Parque São Paulo e Valle Verde.

O evento, em sua segunda edição, é realizado pelas Secretarias de Planejamento e Participação Popular e Justiça e Cidadania, por meio da Coordenadoria Executiva de Direitos Humanos e da Escola de Governo Municipal. Ao todo, serão 15 horas de aulas, em cinco encontros, e terminará em 3 de junho.

registrado em: , ,