Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Maio / 07 / Daae esclarece processo de substituição de hidrômetros

Notícias

Daae esclarece processo de substituição de hidrômetros

59713810_2156800124368866_6440011174942605312_n.jpg

De acordo com normas técnicas, aparelho deve ser trocado em até 5 anos de uso

 

O hidrômetro é um aparelho utilizado para medir e registrar o consumo de água e está em constante evolução tecnológica. O Daae adquire hidrômetros precisos, com certificação do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial).

 

Antes de serem instalados, os hidrômetros (por amostragem) são testados na bancada do Daae, também certificada pelo Inmetro, O tempo de uso e a quantidade de água registrada pelo aparelho são dois fatores que geram desgastes e influenciam na vida útil do hidrômetro. De acordo com as normas técnicas, este aparelho deve ser trocado em até 5 anos de uso.

 

O hidrômetro não marca a mais, pois à medida que o tempo passa, as engrenagens do hidrômetro sofrem desgastes, o que faz com que sua sensibilidade seja diminuída, prejudicando o registro de pequenos consumos dentro do imóvel. Por isso, logo após a troca do hidrômetro, é possível que ocorra uma elevação no consumo. Como todo equipamento moderno, os hidrômetros sofrem constantes evoluções tecnológicas, tornando-se mais sensíveis, isto é registram vazões cada vez menores e, com isso, consumos ou vazamentos pequenos passam a ser medidos. 

 

Como é um equipamento mecânico, o hidrômetro gira somente quando a água estiver passando por ele. Quando ele girar, sem a utilização de água no imóvel, pode ser sinal de vazamento não-visível, de que o nível do reservatório (caixa-d’água) deve estar sendo completado ou um defeito no registro da entrada, que mesmo fechado, não veda mais a passagem da água.

 

O consumidor deve instalar o hidrômetro em local acessível para facilitar a leitura mensal. A instalação da caixa padrão é a melhor forma de proteção do hidrômetro e permite a leitura sem a necessidade de entrada no imóvel. Caso o hidrômetro esteja em local inapropriado, impedindo o acesso à leitura, procure orientação do Daae para a instalação da caixa padrão.

 

Caso o consumidor tenha dificuldade em pagar o valor da conta, o Daae faz o parcelamento, que pode ser realizado em até 12 parcelas. O proprietário ou seu procurador deve comparecer ao atendimento ao público (Prefeitura, Subprefeitura ou Fonte) com os seguintes documentos: xerox do CPF/ RG ou CNH; xerox do contrato de compra e venda ou escritura ou IPTU do respectivo imóvel; 

 

Ou, se for inquilino (locatário) deverá comparecer ao atendimento com os seguintes documentos: xerox do CPF/ RG ou CNH; xerox do contrato de locação com firma reconhecida;

 

Vale lembrar que, se o contribuinte estive em situação de vulnerabilidade sócio-econômica e atender aos critérios estabelecidos, pode ser atendido pelo Fundo Social da autarquia.

 

Para isso, o mesmo deve comparecer a um dos postos de atendimento com a seguinte documentação:

 

- Se proprietário do Imóvel:
*Xerox da escritura do imóvel ou contrato de compra e venda ou carne de IPTU;
* Xerox CPF e RG, ou CNH.

 

- Se inquilino:
*Xerox do contrato de locação (vigente e reconhecido firma do proprietário);
* Xerox CPF e RG, ou CNH.

registrado em: ,